Coleta seletiva e o protagonismo dos catadores

Revista ihu on-line

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Mais Lidos

  • Aumento da miséria extrema, informalidade e desigualdade marcam os dois anos da Reforma Trabalhista

    LER MAIS
  • Hospitalidade eucarística: “A decisão passa agora para a Conferência Episcopal”

    LER MAIS
  • Um novo documento anti-Francisco com cem assinaturas: “Atos sacrílegos durante o Sínodo, precisa se arrepender”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

01 Julho 2014

No dia 1º de julho, a coleta seletiva dos resíduos recicláveis de São Leopoldo, RS, passa a ser realizada pelos catadores integrantes das Associações e Cooperativas que compõem o Fórum dos Recicladores do município. Essa ação faz parte de uma parceria entre essas organizações e a prefeitura, para cumprir a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS, em vigência no país desde 2010.

A reportagem é de Cristina Guerini Link, aluna do Curso de Jornalismo da Unisinos.

O Fórum existe há 10 anos e, como espaço de articulação e organização dos catadores da cidade, se mobiliza em prol de melhorias sociais e ambientais, tendo conquistado, em 2009, a implantação da coleta seletiva compartilhada. Até o final do mês de junho, a coleta seletiva compartilhada era realizada por empresa terceirizada e os resíduos eram destinados aos galpões de reciclagem. A partir deste mês, com a nova conquista, alinhada à Política Nacional de Resíduos Sólidos, os catadores serão responsáveis pela coleta de todos os resíduos recicláveis do município.

Os membros das Associações e Cooperativas, uma vez por semana, em dias programados, irão recolher os resíduos recicláveis nos bairros e, diariamente, no centro da cidade. Os resíduos coletados serão destinados às respectivas unidades de triagem, que terão a tarefa de triar, prensar e vender os materiais, gerando renda para aproximadamente 85 famílias de catadores envolvidas diretamente no processo.

Entenda a coleta seletiva 

A coleta seletiva atende à lei nacional Nº. 12.305, de 2 de Agosto de 2010, com o objetivo de garantir a sustentabilidade ambiental, social e econômica, a partir da geração de renda aos integrantes do Fórum. Estima-se que, no final do primeiro ano de implementação da coleta seletiva, a renda das famílias aumente em torno de 23%.

Para os catadores atingirem o objetivo proposto pelo Fórum, é necessária a colaboração individual da população, que precisa separar o seu resíduo seco e disponibilizá-lo no dia da coleta. Hoje 150,99 toneladas de produtos descartados são recicladas diariamente, o equivalente a 2,5% do total de resíduos gerados na cidade.

Espera-se que após 12 meses de coleta seletiva este percentual atinja 6%.

Descarte responsável e recicle suas ideias!

Os resíduos produzidos pelo homem são gerados, em sua maioria, em suas próprias casas. Os resíduos e sobras domésticas são um problema que precisa ser tratado pela sociedade, no entanto grande parte da população desconhece o que acontece com esta imensa quantidade de materiais gerada diariamente.

Afora a gigantesca quantidade e diversidade de materiais que compõe o “lixo”, muitos destes resíduos são tóxicos e levam centenas de anos para se decompor. A multiplicidade de produtos nos mercados e os incessantes avanços tecnológicos também provocam um consumo desnecessário, que por sua vez gera um acúmulo de resíduos com riscos e custos à população.

Assim, todos somos responsáveis pelo tratamento e o correto descarte desses materiais.  A destinação correta é essencial para uma solução definitiva ao problema do lixo. Para um descarte responsável, cada um de nós precisa fazer a sua parte, separando todos os materiais recicláveis, disponibilizando-os no dia correto da coleta.

A coleta seletiva de São Leopoldo recolherá apenas os resíduos recicláveis; os materiais orgânicos continuam sob responsabilidade da empresa contratada pela prefeitura.

Veja abaixo a tabela dos materiais que podem ser reciclados.

Resíduos recicláveis:

Plásticos: Potes de todos os tipos (xampu, detergente, água sanitária etc); Tampas de todos os tipos; sacos (arroz, leite etc).

Vidro: Garrafas; frascos de molhos e condimentos, de perfumes, de remédios e produtos de limpeza; cacos de todos os tipos de vidro acima.

Metal: Latas, tampas de refrigerante, cerveja e conservas; arames, grampos, fios, pregos, marmitex, tubos de pasta dental, alumínio, cobre e outros.

Papel: Revistas, jornais, caixas de papelão, folhas de papel branco e reciclado, embalagem tetrapak.

Óleo de cozinha: Deverá ser entregue à coleta sem restos de alimentos.

Eletroeletrônico: Teclados; computadores; TVs etc.

 

Resíduos não recicláveis:

Vidro: Espelhos, vidros de janela, box de banheiro e de automóveis; cristal; lâmpadas; formas e travessas de vidro temperado; ampolas de remédio; cerâmicas; louças.

Plástico: Celofane; espuma; embalagens a vácuo; fraldas descartáveis; isopor; cabos de panela e acrílicos.

Metal: Pilhas normais e alcalinas; filtros de ar de veículos, latas enferrujadas.

Papel: Papel higiênico; guardanapos de comida; copos siliconizados; papel laminado; papéis plastificados (embrulho de bolacha); papel metalizado; papel carbono; adesivos; fita crepe; fotografias e papel toalha.

Orgânicos: Cascas de frutas e resto de alimentos.

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Coleta seletiva e o protagonismo dos catadores - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV