12 de fevereiro de 1799. Kareu torna-se o superior geral dos jesuítas na Rússia

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Metaverso? Uma solução em busca de um problema. Entrevista com Luciano Floridi

    LER MAIS
  • A implementação do Concílio no governo do Papa Bergoglio. Artigo de Daniele Menozzi

    LER MAIS
  • Bergoglio, ao Santo Sínodo Ortodoxo: “Façamos do Chipre uma ponte entre o céu e a terra”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


17 Fevereiro 2014

No dia 12 de fevereiro, há 215 anos, um lituano de 65 anos foi nomeado superior geral dos jesuítas na Rússia. Seria um passo significativo na consolidação da Companhia de Jesus na Rússia. Ele foi eleito após a primeira votação. Franciszek Kareu desfrutou de uma relação construtiva e acolhedora com Paulo I, o czar da Rússia, sua mãe Catarina tendo morrido dois anos antes.

A nota é do sítio Jesuit Restoration 1814, 12-02-2014. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Paulo I continuou sendo um benfeitor crucial e protetor da Companhia de Jesus. Um sinal da confiança que Paulo I colocava nos jesuítas foi confirmado um ano depois, quando ele confiou uma igreja e um terreno para construir uma escola em São Petersburgo.

Em 1801, o Papa Pio VI emitiu um breve papal chamado Catholicae fidei. Ele se constituiu como uma restauração parcial da Companhia de JesusKareu e seus sucessores não precisariam mais atuar como vigários gerais, mas agora podiam ser vistos como superiores da Companhia de Jesus, embora restritos à Rússia. A forte oposição de Carlos IV da Espanha à existência da Companhia levou o Papa Pio VII a qualificar a sua aceitação da Companhia limitando-a ao Império Russo.

Após a publicação do Catholicae fidei, o patriarca de Constantinopla pediu aos jesuítas para se colocarem a serviço na área sob sua jurisdição. Os jesuítas ingleses, que administravam uma faculdade na Bélgica, também foram requisitados a juntarem-se aos jesuítas na Rússia. Kareu morreu logo depois e foi sucedido por Gabriel Gruber. A restauração completa e universal da Companhia aconteceria três anos depois.

Quem foi Franciszek Kareu?

Eleito vigário geral dos jesuítas 215 anos atrás, ele viveu durante o período da restauração parcial da Companhia de Jesus.

A nota é do sítio Jesuit Restoration 1814, 13-02-2014. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Nascido em uma família inglesa que se instalou na atual Bielorrússia, Franciszek Kareu estudou humanidades e filosofia antes de se juntar aos jesuítas. Os dois anos de noviciado em Vilnius (1754-1756) foram seguidos por um período de ensino em Kražiai (1756-1758) e de estudos de teologia em Pinsk (1759-1763), onde foi ordenado sacerdote em 1762.

Depois de ter sido missionário em vários lugares, como Minsk, Nesvizh e Slutsk, Kareu chegou em Polatsk em 1768, onde estudou arquitetura sob a orientação de Gabriel Lenkiewicz, enquanto ensinava filosofia e matemática no Colégio dos Jesuítas em Polatsk (1769-1772).

Ele era amigo próximo de Stanislaus Czerniewicz e Lenkiewicz, e ajudou-os em seus esforços para manter a Companhia de Jesus funcionando na Rússia. Ele foi o reitor da Escola Superior de Orsha em 1782 e participou da Congregação Regional de 1782 e 1785 que elegeu sucessivamente Cerniewicz e Lenkiewic como vigários gerais dos jesuítas.

Depois de 1785, Kareu foi reitor da faculdade jesuíta de maior prestígio na Rússia, em Polatsk. Nesse período, financiou a compra de uma máquina de impressão, a partir da qual os manuais escolares, tratados filosóficos e teológicos, e livros devocionais foram produzidos.

Ele foi eleito vigário geral em 1799 e testemunhou a restauração parcial da Companhia, com a publicação do breve papal Catholicae fidei. Kareu sofria de asma. Quando percebeu que sua saúde estava se debilitando, nomeou um vigário geral para ajudá-lo. Morreu em Polatsk em 11 de agosto de 1802.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

12 de fevereiro de 1799. Kareu torna-se o superior geral dos jesuítas na Rússia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV