Ondas cerebrais já controlam máquinas

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • A “cristofobia” de Bolsonaro

    LER MAIS
  • “Maciel tinha uma capacidade incrível de manipular e enganar as pessoas”, revela ex-diretora vocacional dos Legionários de Cristo

    LER MAIS
  • A sabotagem social da prisão – Um olhar sobre o sistema carcerário

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


12 Setembro 2012

Poucas feiras mostram o futuro com tanta variedade de avanços possíveis ou em fase de maturação como a IFA Berlim, realizada na semana passada, na capital alemã. Como se estivesse em um mundo mágico, o visitante tem a oportunidade de assistir às mais incríveis demonstrações de jogos eletrônicos controlados apenas pelo pensamento.

A reportagem é de Ethevaldo Siqueira e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 09-09-2012.

Maior evento de eletrônica de entretenimento do mundo, a IFA 2012 mostrou tanto os lançamentos de maior impacto da eletrônica de entretenimento como algumas inovações que deverão marcar o futuro próximo. Como, por exemplo, a possibilidade de um garoto comandar um videogame ou programa de computador apenas com o olhar.

Ou sentir o que significam as mudanças que nos trarão o carro digital do futuro e até conversar em linguagem humana com o painel do veículo. Ou ouvir e dialogar com especialistas sobre as grandes tendências da fusão entre rádio, TV e internet, na Radiodifusão Dinâmica.

Ou encantar-se com a beleza das imagens de Super High Definition, com definição oito vezes superior à da HD convencional. Ou assistir a uma demonstração do uso de roupas que contêm diversos dispositivos eletrônicos embutidos, como PCs, iPods e sistemas de localização, naquilo que já é chamado de "tecnologia vestível", ou wearable technology. Ou ainda relaxar durante alguns minutos com um aparelho que massageia os olhos e a cabeça, ao som de música suave.

A seguir, um retrospecto de tudo isso.

Ondas cerebrais comandam até há poucos anos, a simples ideia de usar o pensamento para comandar computadores, videogames e outras máquinas eletrônicas era pura ficção. Hoje, começa a tornar-se realidade, depois da IFA 2012, de Berlim. Embora as pesquisas ainda não tenham superado mais do que a fase inicial de um longo processo de desenvolvimento, as perspectivas de utilização de ondas cerebrais no dia a dia das pessoas são muito grandes e animadoras, tanto para a medicina do sono, o controle do stress e a conquista do equilíbrio psíquico, como em novas formas de entretenimento, jogos e comando de máquinas sensíveis.

Uma pequena empresa alemã, a 4DForce, da cidade de Meiningen, demonstrou a viabilidade prática do uso das ondas cerebrais aos milhares de visitantes da seção futurista TechWatch, da IFA 2012. Os especialistas da 4DForce desenvolveram o que eles chamam de "plataforma capaz de adquirir e processar sinais cerebrais, dos olhos e dos músculos do corpo humano". E explicam que esses sinais "são do tipo EEG/EOG/EMG, em que a sigla EEG indica os sinais do eletroencefalograma; EOG, os impulsos elétricos emitidos pelo movimento dos olhos; e EMG, os sinais emitidos pelo movimento dos músculos".

As pesquisas demonstram que é possível usar as ondas cerebrais como biofeedback (resposta biológica a um estímulo) para comprovar o poder do pensamento e das técnicas de relaxamento, como a respiração profunda, a visualização e a meditação, para alterar tanto as próprias ondas cerebrais como para atingir o estado de alfa.

O que a 4DForce se propõe, entre outros objetivos, é oferecer meios e recursos para que as pessoas aprendam a melhorar a qualidade de vida, permitindo que elas controlem seus processos biológicos e reduzam o stress. "Estamos pondo ao alcance do mercado consumidor a tecnologia médica já comprovada sobre o potencial do cérebro", diz Joanna Izdebski, diretora da 4DForce.

Os olhos comandam

Imagine a possibilidade de comandar um videogame apenas com o olhar. Isso já se torna possível graças a uma câmera embutida no televisor que focaliza os seus olhos e permite que você comande uma espécie de cursor luminoso no centro do videogame, como demonstrou a empresa chinesa Haier, uma corporação gigantesca, que fatura mais de US$ 20 bilhões.

O carro digital em rede

Empresas como a Ford, a BMW e a Mercedes-Benz buscam hoje reinventar o automóvel, levando para dentro do carro todos os recursos possíveis da internet, do computador e das comunicações, por intermédio da rede automotiva. O Ford Fokus, carro digital 100% elétrico exibido pela Ford na seção TechWatch, da IFA 2012, é um dos melhores exemplos do carro digital do século 21. É um carro que pode ser reabastecido até em tomadas elétricas residenciais.

Os avanços da rede automotiva da Ford se baseiam na segunda geração de seu sistema Sync, que tem o nome de My Ford Touch, e foi desenvolvido em conjunto com a Microsoft. Já disponível nos EUA e na Europa, essa rede permite ao usuário fazer ligações telefônicas especiais, receber mensagens de textos, ditar notas, sincronizar dados, usar os sistemas de gerenciamento inteligente de tráfego, localizar restaurantes, lojas e postos de reabastecimento elétrico.

Nesse carro digital, o motorista pode usar o celular e manter as mãos livres. Seu sistema de comunicações converte mensagens de texto SMS em mensagens faladas e vice versa. Internamente, o carro proporciona um show de entretenimento para os passageiros.

A fusão rádio-TV-web

Um projeto que mostra como poderão ser o rádio e a TV do futuro foi mostrado na seção Tech Watch da IFA. É a Radiodifusão Dinâmica (Dynamic Broadcasting), que prevê a fusão de todos os recursos da radiodifusão com a internet no fim desta década, com ênfase no uso mais racional do espectro de frequências.

Esse é apenas um dos muitos projetos do Instituto Fraunhofer, um centro de pesquisas com mais de uma centena de laboratórios, mantido por cerca de 50 indústrias alemãs. O Fraunhofer tem sido um dos grandes sucessos em todas as versões da IFA.

Super HD e 3D

Muita gente supunha, há quatro anos, que a alta definição (HD, de high definition) seria um estágio final da qualidade da imagem de TV. Mas não é, como provou mais uma vez a IFA, ao mostrar novos televisores e monitores com resolução de imagem muito superior às da alta definição (HDTV).

Esses novos televisores mostram que, depois da alta definição, o mundo entrou na era da Super High Definition (Super HD), passando de imagens de HD de 2 milhões de pixels para um número de pixels quatro vezes superior. Nasce, assim, a Super HD de 4K, com 8 milhões de pixels. E já surgem os primeiros protótipos da Super HD de 8K, com 16 milhões de pixels. As imagens são maravilhosas, inclusive com o recurso tridimensional.

Vestindo PCs.

Anunciada há poucos anos, como ficção, começou a amadurecer nesta IFA 2012 a tecnologia "vestível". Protótipos dos mais variados dispositivos eletrônicos embutidos em roupas sempre atraíram as pessoas. A tendência parece ter boa aceitação para usos especializados, como uma mochila hi-tech que pode conter equipamentos sofisticados e ajudar o estudante ou profissional a resolver muitos problemas.

Massagem para os olhos

Nada mais relaxante do que massagear os olhos e a cabeça com óculos envolventes, ao som de uma música suave e repousante, conforme propôs a Breo, uma empresa de Hong Kong, na Tech Watch, da IFA 2012.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ondas cerebrais já controlam máquinas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV