Famílias sem terra ficam abandonadas após sofrerem fumigação com agrotóxicos

Revista ihu on-line

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Mais Lidos

  • Bispos latino-americanos levantam a voz pela Amazônia

    LER MAIS
  • Bolsonaro pode ser responsabilizado por crime contra humanidade

    LER MAIS
  • Enquanto Amazônia arde, governistas e ruralistas aprovam mais incentivos à devastação no Senado

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

22 Março 2018

Até o momento, nenhuma equipe de assistência à saúde visitou a comunidade.

A informação foi publicada por Rádio Brasil Atual,  21-03-2018.  

Nieves Rodrigues, da coordenação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no estado do Pará, fala sobre a situação das cerca de 300 famílias acampadas na fazenda Fortaleza, na região de Marabá, no sul do estado, atingidas por uma “chuva de veneno” lançada por um avião pulverizador de agrotóxicos no último sábado.

De acordo com a coordenadora do MST, até o momento nenhuma equipe de assistência à saúde foi até o local para realizar uma avaliação médica dos trabalhadores expostos ao veneno. Entrevista ao jornalista Rafael Garcia da Rádio Brasil Atual.

Ouça a entrevista aqui.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Famílias sem terra ficam abandonadas após sofrerem fumigação com agrotóxicos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV