Na Paraíba, Bolsonaro diz que vai dar fuzil contra “marginais do MST”

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • Ser cristão em tempos de violência. Padre Casimiro é assassinado brutalmente em Brasília

    LER MAIS
  • Por que universidades da Europa estão banindo carne bovina de seus restaurantes

    LER MAIS
  • Fracassou o ‘contra-sínodo’ sobre a Amazônia, programado em Roma por Bolsonaro

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

10 Fevereiro 2017

Deputado defendeu o armamento dos fazendeiros, em Campina Grande, “porque cartão de visita para invasor é o rifle 762”.

A reportagem é publicada por De Olho nos Ruralistas, 09-02-2017.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) voltou a incitar a população contra movimentos sociais de luta pela terra, em particular o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra. Durante palestra em Campina Grande (PB), nesta quarta-feira, repetiu sua defesa de porte de arma para todos os brasileiros, mas com objetivos específicos no caso dos camponeses:

– Nós confiamos na Polícia Militar, nós daremos porte de arma para todo homem de bem deste país. Nós temos que ter o povo armado para que se possa defender a sua democracia e a sua liberdade. (Para) os marginais do MST que param o agronegócio, vamos dar fuzil para o produtor rural porque cartão de visita para invasor é o rifle 762.

As informações são do Jornal da Paraíba, neste texto: “Bolsonaro defende porte de arma para todos e fuzil contra o MST“.

O Brasil é um dos países que mais matam camponeses e lideranças do campo.

Uma das organizadoras do evento disse que ele teria “a participação de juízes, promotores e líderes cristãos”. Os ingressos, a R$ 25, foram vendidos em uma loja da Calvin Klein.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Na Paraíba, Bolsonaro diz que vai dar fuzil contra “marginais do MST” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV