Deu na ‘Science': PEC do Teto pode sufocar pesquisas científicas no Brasil

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “O coronavírus é um pedagogo cruel”. Entrevista com Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • Porque a América Latina é o epicentro da pandemia? Artigo de Raúl Zibechi

    LER MAIS
  • Se nos empenharmos a aliviar tanto sofrimento, estaremos buscando a Deus. Artigo de José María Castillo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


19 Outubro 2016

A aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 241, chamada de PEC do Teto de Gastos, pode sufocar as pesquisas científicas no Brasil, segundo reportagem publicada pela revista ''Science''. Segundo analistas ouvidos pela publicação internacional, o limite dos gastos colocaria uma camisa de força no orçamento de pesquisas do país.

A informação é de Daniel Buarque, publicada no seu blog, 18-10-2016.

''O orçamento federal para ciência, tecnologia e inovação, aproximadamente US$ 1,5 bilhão, é o menor em dez anos, quando corrigido pela inflação. Agências têm reduzido bolsas tanto em número quanto em valores'', diz a reportagem. ''A situação é tão crítica que institutos federais de pesquisa estão sofrendo para pagar as contas de energia elétrica.''

O tom da reportagem é duro, e os entrevistados apontam que o país está indo no sentido errado ao limitar investimentos em ciência e tecnologia.

Apesar de crítica ao limite de gastos, a revista ouviu o ministro da Ciência, Gilberto Kassab, que diz que a culpa pelo estado da ciência brasileira é do governo de Dilma Rousseff.

A PEC tem sido tema de muitas reportagens sobre o país no exterior. Segundo o jornal britânico de economia ''Financial Times'', a medida tem forte apoio de investidores e pode ser capaz de driblar a impopularidade do governo e ajudar a economia do Brasil a começar a se recuperar.

''Os planos de Temer para um teto dos gastos e a esperada reforma para controlar os gastos da previdência foram bem recebidos por investidores. Mercados consideram as medidas essenciais para diminuir o crescente déficit do orçamento e restaurar o crescimento em uma economia que enfrenta sua pior recessão em mais de um século'', diz o jornal.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Deu na ‘Science': PEC do Teto pode sufocar pesquisas científicas no Brasil - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV