REPAM-Brasil: Anúncio e denúncia como instrumento de Transformação Social

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco condena perseguição antigay e está preocupado com “cura gay”

    LER MAIS
  • Opositores do papa: continuem assim

    LER MAIS
  • Católicos e anglicanos - Trabalhar juntos para bem da humanidade, diz secretário do Vaticano

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

29 Setembro 2016

Comunicadores provenientes dos nove estados que fazem parte da Amazônia Legal se reuniram de 20 a 25 de setembro, em Manaus, para participar do curso “Comunicação para a Transformação Social”, organizado pela Rede Eclesial Pan-Amazônica do Brasil, REPAM-Brasil, e a Comissão Episcopal para a Amazônia, entidade vinculada a CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

A reportagem é de Luis Miguel Modino, publicada por Religión Digital, 27-09-2016. A tradução é do Cepat.

As atividades desenvolvidas ao longo destes dias foram coordenadas pelo equatoriano Pedro Sánchez, responsável geral de comunicação da REPAM. Neste encontro, buscou-se encontrar respostas que permitam ajudar a superar os desafios daqueles que trabalham no mundo da comunicação e, ao mesmo tempo, que a partir da dimensão comunicativa se formulem estratégias de atuação no cuidado e defesa da Casa Comum.

Para fazer com que este processo possa ter um bom êxito final se insistiu na necessidade de partir de algumas atitudes que são básicas: comunhão, solidariedade, esperança. Ao mesmo tempo, não se pode deixar de fortalecer o que torna realidade uma comunicação democrática a partir de valores humanos e cristãos. Tampouco pode ser esquecida a consolidação de líderes comunitários e de processos participativos de transformação social e incidência política.

Na opinião do padre Raimundo Vanthuy Neto, diretor do Instituto de Teologia Pastoral e Ensino Superior da Amazônia, ITEPES, que acolheu o evento, a comunicação dentro da REPAM-Brasil tem que estar orientada pelo anúncio e a denúncia.

É necessário divulgar todos os aspectos positivos que estão presentes na Amazônia e seus povos, uma terra cheia de beleza, expressa na pluralidade das formas de viver, que é visível na florestas, as águas e os valores dos povos. Junto a isto, não se pode deixar de gritar com força o sofrimento no qual a região está imersa. O grande número de mortes, muitas vezes violentas, e a destruição de rios e florestas, como consequência dos grandes projetos, sobretudo as grandes hidrelétricas, são situações que devem ser comunicadas através dos diferentes meios de comunicação.

O mesmo diretor do ITEPES desafiou os comunicadores presentes a encontrar caminhos de comunicação para as diferentes realidades amazônicas. De um lado, a Amazônia é uma região cada vez mais urbanizada, mas ainda existem muitas comunidades isoladas onde a dificuldade de acesso e a falta de instrumentos virtuais dificultam a chegada de informação. Na opinião do sacerdote brasileiro, é necessário um trabalho em rede que torne mais efetivo o trabalho que se realiza em diferentes âmbitos.

Leia mais...

REPAM: Diálogo com os povos indígenas para uma agenda em comum em defesa da vida na Amazônia

Desmatamento, agricultura e pecuária modificam composição química no solo da Amazônia

Como inovação e tecnologia podem salvar a Amazônia

Políticos declaram e exploram terras em áreas indígenas, na Amazônia e no MS

Amazônia: Aplicação dos Indicadores de Bem-Estar para Povos Tradicionais, conceitos éticos para políticas justas

Casaldáliga e o martírio na Amazônia

Os maiores devedores da Amazônia e suas perigosas relações

Amazônia e Cerrado são os biomas mais atingidos por queimadas no inverno

Desenvolvimento: Amazônia não é uma tábula rasa. Entrevista especial com Daniela Alarcon

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

REPAM-Brasil: Anúncio e denúncia como instrumento de Transformação Social - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV