Secretário geral do CMI: “A religião é capaz de trazer esperança às pessoas de hoje?”

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • O Papa doa aos pobres um prédio de luxo a poucos passos de São Pedro

    LER MAIS
  • Arautos do Evangelho. Vaticano retoma a intervenção

    LER MAIS
  • Diálogo de surdos: Esquerda e direita falam só para bolhas de convertidos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

09 Maio 2016

Ao refletir sobre a relevância da religião no mundo de hoje, o secretário geral do Conselho Mundial de Igrejas – CMI, o Rev. Dr. Olav Fykse Tveit, falou em um seminário sobre o desenvolvimento sustentável, no dia 4 de maio, em Roma, apresentando seguinte interrogação aos participantes: “A religião é capaz de trazer esperança às pessoas de hoje?

A informação foi publicada por World Council of Churches, 05-05-2016. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

O seminário, intitulado “Desenvolvimento sustentável e o futuro do trabalho no contexto do Jubileu da Misericórdia”, aconteceu no Global Gateway, da Universidade de Notre Dame, de 2 a 5 de maio. O objetivo do evento foi aprofundar a compreensão da Doutrina Social da Igreja em relação ao conceito de trabalho digno, seus elementos constitutivos e seu significado, especialmente visando contribuir para a erradicação da pobreza e o cumprimento de outros objetivos relevantes de desenvolvimento sustentável.

“A esperança exige tanto uma análise das realidades quanto uma definição do que está errado e o que precisa ser mudado, assim como uma visão do que vai além daquilo que enxergamos e das ações de acordo com essa visão. Em outras palavras: a esperança inclui crítica e mudança”, disse Tveit.

O evento, ocorrido no contexto do Jubileu da Misericórdia, era também um convite a explorar conexões entre a teologia da misericórdia e a situação cambiante do trabalho no contexto mundial. Tveit participou também de um painel de debates.

O secretário geral compartilhou um exemplo: um projeto do Conselho Mundial de Igrejas – CMI e da Organização Internacional do Trabalho – OIT, sobre “Como promover a paz por meio da justiça social”, que o CMI e a OIT puseram em prática juntamente com parceiros cristãos e muçulmanos no Egito.

Representantes do Egito igualmente participaram do seminário e compartilharam informações sobre o citado projeto, que aborda o desemprego massivo entre os jovens no país. “Eis um exemplo entre outros de que a religião deveria se expressar em algo prático e concreto que possa trazer esperança hoje”, disse Tveit.

A fala do secretário geral do CMI Rev. Dr. Olav Fykse Tveit pode ser baixada na íntegra aqui.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Secretário geral do CMI: “A religião é capaz de trazer esperança às pessoas de hoje?” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV