Empresas familiares desmontam lixo na China

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Reitor da Unisinos rejeita medalha oferecida pelo Itamaraty

    LER MAIS
  • A Bíblia como vocês nunca leram

    LER MAIS
  • Carta dos epidemiologistas à população brasileira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


12 Setembro 2011

O depósito de lixo eletrônico no porto de Taizhou, província de Zhejiang, na China, é o maior do gênero no país. Ele recebe lixo para desmonte de países como Estados Unidos, Grã-Bretanha e Japão.

A informação é do jornal O Estado de S. Paulo, 12-09-2011.

Os resíduos chegam pelo mar e, em caminhões, são levados para pequenas empresas familiares que
desmontam e reciclam o que conseguem, segundo denúncia da imprensa local.

De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), a China gera 2,3 milhões de toneladas de dejetos eletrônicos por ano, superada apenas pelos EUA, com 3 milhões. No início do ano, a China aprovou normas para subvencionar o tratamento de lixo eletrônico.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Empresas familiares desmontam lixo na China - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV