Vaticano proíbe confissão por iPhone

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Pedro descansa onde ele sonhou, na beira do Araguaia, entre um peão e uma prostituta

    LER MAIS
  • “Não acontece todos os dias de acompanhar o sepultamento de um santo”. Entrevista com Dom Adriano Ciocca

    LER MAIS
  • Covid-19: Estudo indica como a pandemia do novo coronavírus chegou e se disseminou pelo Brasil

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


09 Fevereiro 2011

Não haverá confissões por iPhone. E, se houver, não serão válidas.

Por meio de seu porta-voz, o padre Federico Lombardi, o Vaticano ressaltou ontem que a verdadeira confissão não pode ser realizada pelo iPhone.

A notícia é do sítio Religón Digital, 09-02-2011.

"É essencial compreender bem que o sacramento da penitência demanda necessariamente uma relação de diálogo pessoal entre o penitente e o confessor, e a absolvição do sacerdote presente. Isso não pode ser substituído por nenhum aplicativo da informática. É preciso insistir nisso para evitar qualquer ambiguidade, não se podendo falar de forma alguma em "confissão pelo iPhone" – destacou.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vaticano proíbe confissão por iPhone - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV