“Os bispos são seres humanos com fraquezas”, afirma Fernando Lugo

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Bispo brasileiro diz que ordenará mulheres ao diaconato se papa permitir

    LER MAIS
  • Príncipe Charles e Bolsonaro: as duas faces da “diplomacia” dos santos

    LER MAIS
  • Nobel de Economia vai para três estudiosos “comprometidos com a luta contra as pobrezas e as desigualdades sociais”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 01 Setembro 2012

Fernando Lugo justificou suas “relações sentimentais” durante seu tempo de bispo afirmando que eles, os bispos e os sacerdotes, são “seres humanos com fraquezas”. Entretanto, aceitou apenas um caso de paternidade enquanto servia à Igreja católica.

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 30-08-2012. A tradução é do Cepat.

Lugo assinalou que a mulher com quem teve um filho enquanto era bispo estava passando por um momento difícil e estava separada de seu marido. “Os bispos e os sacerdotes não são anjos nem santos, são seres humanos com fraquezas, fragilidades, com uma vocação que tem que cultivar todos os dias. Assim que não tenho nenhum rubor por ter me equivocado”, acrescentou.

Garantiu que o outro caso foi em 2006 quando já não era mais bispo, de acordo com a publicação do jornal El Observador, do Uruguai.

No entanto, o ex-presidente do Paraguai fez a acusação de que na Igreja houve “equívocos maiores sobre os quais se coloca um manto de silêncio e de esquecimento”. Citou a corrupção e os negócios turvos como exemplos.

Por outro lado, Lugo reiterou a ruptura da democracia após o “golpe parlamentar” e que não tem necessidade de falar com Federico Franco e os deputados que aprovaram o julgamento político.

No dia 22 de junho, Lugo foi submetido a um julgamento político por “não cumprimento de suas funções”, julgamento aprovado nas duas casas, a Câmara dos Deputados o Senado. Com 39 votos a favor da destituição e apenas quatro contra, o ex-bispo foi destituído da Presidência da República. O fato considerado uma ruptura do processo democrático pelos países da região fez com que o Paraguai fosse suspenso do Mercosul e da Unasul.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Os bispos são seres humanos com fraquezas”, afirma Fernando Lugo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV