Contaminação atingiu peixes e plâncton

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Os Padres da Caminhada se solidarizam com o padre Riva, vítima de racismo em Alfenas – MG

    LER MAIS
  • Acabemos com o sistema clerical

    LER MAIS
  • O que a dor nos ensina. Artigo de Corrado Augias

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


03 Abril 2012

Três meses após o acidente nuclear em Fukushima, elementos radioativos foram encontrados na água do mar, no zooplâncton e em peixes na costa japonesa. Os dados estão em estudo divulgado ontem pela revista PNAS.

A informação é de Giovana Girardi e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 03-04-2012.

Pesquisadores do Instituto Oceanográfico Woods Hole, nos EUA, detectaram a contaminação em organismos que vivem tanto na superfície quanto em águas mais profundas em uma faixa entre 30 km e 600 km da costa. Sal e água fresca usados para resfriar a usina podem ter facilitado a liberação da contaminação ao oceano.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Contaminação atingiu peixes e plâncton - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV