Peixe de Fukushima tem radiação 2.500 vezes maior que limite legal

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Müller também se recusa, na 'TV do diabo', a participar do Sínodo

    LER MAIS
  • Aquele que veio para desconstruir e devastar - Frases dia

    LER MAIS
  • Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


23 Janeiro 2013

Um peixe capturado com a finalidade de realizar um monitoramento próximo da central nuclear de Fukushima, onde aconteceu o acidente nuclear em 2011, apresenta um nível impressionante de contaminação radioativa, quase 2.500 vezes superior ao limite legal fixado pelo Japão, anunciou a operadora da usina.

A informação foi publicada pelo G1, 18-01-2013.

A companhia Tokyo Electric Power (TEPCO) declarou que mediu o nível de contaminação em um peixe conhecido como ‘murasoi’, encontrando uma quantidade de césio radioativo igual a 254.000 becquereles por quilo, ou seja 2.540 vezes o limite de 100 becquereles/kg definido para os produtos marinhos pelo governo.
Esse animal, da família dos peixes escorpião, foi capturado na baía próxima à central Fukushima Daiichi, situada na costa noroeste do Japão, na beira do Pacífico.

Este complexo nuclear foi atingido em 11 de março de 2011 por um tsunami provocado por um terremoto, que devastou quatro de seus seis reatores, dispersando na natureza grandes quantidades de sustâncias radioativas.

A TEPCO instalará novas redes em volta da usina para evitar que peixes altamente contaminados fiquem no local e sejam devorados por outras espécies.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Peixe de Fukushima tem radiação 2.500 vezes maior que limite legal - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV