Em entrevista à TV, O'Malley fala sobre abuso sexual, LCWR e ordenação de mulheres

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Irã. A história política do país persa, xiita e anti-imperialista

    LER MAIS
  • Alvim e Goebbels: Foi traçado um limite para o absurdo

    LER MAIS
  • Com acusação de ambientalistas que trabalham na proteção da Amazônia, "o medo está instalado", diz Libération

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

18 Novembro 2014

O cardeal de Boston, Seán O'Malley, importante conselheiro do Papa Francisco, foi destaque em uma longa entrevista no programa 60 Minutes da televisão norte-americana no domingo à noite.

A reportagem é de Joshua J. McElwee, publicada no sítio National Catholic Reporter, 17-11-2014. A tradução é de Claudia Sbardelotto.

A entrevista abrangeu um vasto leque de temas: desde o relacionamento de O'Malley com o papa, seus sentimentos sobre a investigação das religiosas norte-americanas por parte do Vaticano até seus pensamentos sobre a possibilidade da ordenação de mulheres ao sacerdócio.

Uma revelação? O'Malley e o papa comunicam-se regularmente via fax.

"Normalmente nós nos comunicamos via fax", disse O'Malley à entrevistadora Norah O'Donnell da rede CBS. Esse método, segundo ele, é "muito rápido e eficiente".

Isso levou O'Donnell a responder: "A maioria das pessoas acha que as mensagens de texto são mais rápidas do que o envio de fax".

"Bem, o papa e eu não temos o costume de trocar mensagens de texto", disse O'Malley.

Perguntado sobre o porquê do Vaticano afirmar que as mulheres não podem ser ordenadas sacerdotizas, O'Malley disse que, se ele fosse fundar uma Igreja, permitiria que as mulheres fossem sacerdotizas.

"Se eu fosse fundar uma Igreja, você sabe, eu adoraria ter mulheres padres", disse ele. "Mas Cristo fundou a Igreja e ela - o que ele nos deu é - é algo diferente".

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Em entrevista à TV, O'Malley fala sobre abuso sexual, LCWR e ordenação de mulheres - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV