'Poucos segundos". FSSPX confirma “reunião” de Dom Bernard Fellay com o Papa Francisco

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • "Nunca, nunca encobrir a realidade. Dizer sempre: 'É assim'”. Papa Francisco recebe a redação da revista jesuíta Aggiornamenti Sociali

    LER MAIS
  • O aumento da pobreza na América Latina submergente

    LER MAIS
  • Um estranho casamento: neoliberalismo e nacionalismo de direita

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

13 Maio 2014

A Fraternidade Sacerdotal São Pio X – FSSPX confirmou os relatos de que o seu superior geral, Dom Bernard Fellay, se reuniu com o Papa Francisco na Casa Santa Marta, mas disse que o momento não tinha sido planejado e que fora breve, durando “uns poucos segundos”.

A informação é de Edward Pentin Monday, publicada por National Catholic Register, 12-05-2014. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

“No dia 13 de dezembro do ano passado Dom Bernard e seus assistentes foram a Roma a pedido da Pontifícia Comissão Eclesia Dei para uma reunião informal”, disse nota divulgada em 12 de maio em francês.

Segundo o comunicado, após a reunião Dom Guido Pozzo, secretário da Comissão, “convidou seus colegas para uma refeição na Casa Santa Marta onde a eles se juntou Dom Augustine Di Noia, secretário adjunto da Congregação [para a Doutrina da Fé]. É neste grande refeitório que o papa tem suas refeições diárias, longe de outras pessoas”.

Lê-se também que Guido Pozzo “insistiu” em apresentar Bernard Fellay ao papa enquanto este estava saindo do local. “Houve uma breve troca de ideias em que o Papa Francisco disse a Fellay, segundo sua fórmula cortês costumeira: ‘Estou muito feliz em conhecê-lo’. Ao que Fellay respondeu que estava rezando bastante; o papa lhe pediu para rezar por ele. Assim foi a “reunião” que durou uns poucos segundos”.

O comunicado igualmente negou a informação de que dois dos assistentes de Fellay participaram da missa celebrada pelo papa. “Os padres Niklaus Pfluger e Alain-Marc Nély nunca participaram de uma missa privada do papa”, disse a FSSPX.

A FSSPX recordou uma entrevista que Fellay concedeu à publicação ‘Le Rocher’ (abr./maio 2014) em que lhe perguntaram se Roma tinha feito uma tentativa não oficial de voltar a ter contato com ele desde a eleição do Papa Francisco.

“Roma tentou uma aproximação ‘não oficial’ de retomar o contato conosco, mas nada além disso, e eu não pedi por alguma audiência tal como fiz depois da eleição do Papa Bento”, disse ele.

“Para mim, as coisas estão bastante claras: ficarmos como estamos. A partir de meu contato próximo com Roma em 2012, alguns concluíram que eu considero a necessidade de um reconhecimento canônico como um princípio supremo. Preservar a fé e a nossa identidade tradicional católica é essencial e permanece sendo o nosso primeiro princípio”.

O Pe. Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, também confirmou o encontro e disse que o comunicado da Fraternidade Sacerdotal São Pio X estava preciso em suas informações.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

'Poucos segundos". FSSPX confirma “reunião” de Dom Bernard Fellay com o Papa Francisco - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV