WikiLeaks: Estados Unidos espionaram governo, empresas e banco do Japão

Revista ihu on-line

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Mais Lidos

  • Os Arautos do Evangelho não reconhecem o Comissário do Vaticano, dom Raymundo Damasceno Assis

    LER MAIS
  • Pacto das Catacumbas pela Casa Comum. Por uma Igreja com rosto amazônico, pobre e servidora, profética e samaritana

    LER MAIS
  • A ideologização da Sociologia (além de uma simples distração). Artigo de Carlos A. Gadea

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Jonas | 03 Agosto 2015

Os Estados Unidos espionaram autoridades do governo japonês, empresas e o governador do Banco do Japão, anunciou hoje o site WikiLeaks.

A reportagem é publicada pela Agência Brasil, 31-07-2015.

Uma lista de "35 alvos secretos da NSA (agência de segurança norte-americana) no Japão incluía o Governo japonês, empresas como a Mitsubishi (...) e vários responsáveis do Banco Central", como o governador Haruhiko Kuroda, de acordo com o WikiLeaks, que divulga documentos secretos.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, não figura entre as pessoas vigiadas pela NSA, responsável por ações de espionagem na Alemanha e França, aliados próximos dos Estados Unidos, tal como o Japão.

"Os documentos mostram o nível de vigilância sobre o governo japonês e o modo como eram colhidas e analisadas as informações de vários ministérios e serviços governamentais", afirma o WikiLeaks.

As informações obtidas "demonstram um conhecimento pormenorizado de decisões internas do Japão sobre questões como as importações de produtos agrícolas e negociações comerciais, as posições japonesas no ciclo de negociações multilaterais de Doha da Organização Mundial de Comércio, sobre energia nuclear e emissões de gases com efeito de estufa (...)", acrescenta.

As autoridades japonesas não reagiram, até ao momento, à divulgação destes documentos.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

WikiLeaks: Estados Unidos espionaram governo, empresas e banco do Japão - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV