Maras salvadorenhas oferecem trégua durante a beatificação de D. Oscar Romero

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • A religião do medo

    LER MAIS
  • “A atual loucura digital é um veneno para as crianças”. Entrevista com Michel Desmurget

    LER MAIS
  • Alerta da Oxfam: os mais ricos poluem, os mais pobres sofrem as mudanças climáticas

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


27 Abril 2015

As principais ‘maras’ (gangues violentas) salvadorenhas se comprometeram a desistir de violência, roubos, extorsões e outros delitos num comunicado de 23 de abril de 2015. Os porta-vozes dos diversos sindicatos criminais, incluindo a “MS 13” e “Barrio 18”, ofereceram a promessa como um “presente” a Dom Óscar A. Romero, que será beatificado dentro de um mês, e o fizeram como sinal de sua conversão.  

A informação é publicada pelo sítio Super Martyrio, 24-04-2015. A tradução é de Benno Dischinger.

“Este é o presente que queremos fazer a D. Romero: Nosso arrependimento e solicitação de perdão à sociedade por todo o dano causado”, assim começa a mensagem dos bandos.

A declaração das ‘maras’ não gerou, no entanto, agradecimentos e alegria entre os salvadorenhos, já que ainda não está claro se a declaração é mais do que um estratagema cínico. Igualmente importante é que o povo está cansado dos esforços para reabilitar os grupos, preferindo que as autoridades adotem uma linha dura ante o crime. Em sua mensagem, os grupos solicitam apoio a um plano para reabilitar e reinserir os bandos na sociedade.

Por sua parte, o governo salvadorenho anunciou recentemente medidas draconianas para combater a delinquência, incluindo a criação de batalhões de resposta imediata, que fazem recordar as unidades similares que existiram durante a guerra civil de El Salvador (1980-1992).

Recentemente o setor empresarial contratou o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, para fazer recomendações de segurança para o país. Seu informe é esperado para as próximas semanas.

Contudo, a notícia mostra como a beatificação de Romero tem o potencial de trazer profundas ramificações sociais em El Salvador. E há razões para a esperança: uma trégua anterior do 'maras' com o apoio da Igreja e do governo trouxe uma dramática redução na taxa de homicídios entre 2012 e 2013.

Talvez a Igreja salvadorenha possa aproveitar o momento para acompanhar estes grupos juvenis pelo caminho da verdadeira conversão. Se for assim, a beatificação de Romero pode ser o momento de transformação que a Igreja sonhou que possa ocorrer.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Maras salvadorenhas oferecem trégua durante a beatificação de D. Oscar Romero - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV