Vale do Sinos. Em ano de ocupações de estudantes, IDEB de muitos municípios não ultrapassa a meta

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Pedro, alguém que nos fez acreditar na grandeza de sermos Rede

    LER MAIS
  • As mulheres e o futuro da Igreja. Artigo de Joseph Moingt

    LER MAIS
  • Dano colateral: “o pior dos monstros” está se propagando e não é o coronavírus

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Marilene Maia e Matheus Nienow | 16 Setembro 2016

O Índice de desenvolvimento da educação básica - IDEB de 2015 não ultrapassou a meta proposta em 6 municípios para o 5° ano e em 12 para o 9° ano do ensino fundamental no Vale do Sinos. Recentemente, as escolas foram espaço de ocupação de estudantes que reivindicaram o repasse em dia das verbas de autonomia das escolas, assim como a defesa do ensino público de qualidade.

O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, acessou os dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP acerca do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB, publicado recentemente com dados de 2015.

O IDEB, criado em 2007, reúne indicadores de fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações. Conforme aponta o INEP, o indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho obtidas nas avaliações do Inep, o Sistema de Avaliação da Educação Básica - SAEB – para as unidades da federação e para o país – e a Prova Brasil – para os municípios.

Este índice, apesar de subjetivo, pode representar um indicador de avaliação, monitoramento e controle das políticas públicas da educação em todas as redes e níveis de ensino. Exemplos de questões aplicadas para compor as médias de desempenho nas avaliações podem ser acessados aqui.

Além do índice, o INEP projeta metas para o IDEB de cada um dos territórios brasileiros. Nas tabelas, abaixo, o não cumprimento da meta está destacado em vermelho, ou seja, os dados destacados em vermelho representam aqueles territórios que não conseguiram cumprir a meta estipulada pelo INEP para determinado ano.

A tabela 01 apresenta os índices de desenvolvimento da educação básica nos territórios do Vale do Sinos para a 4ª série (5º ano) de 2007 a 2015. Em 2015, 6 municípios não cumpriram a meta de desenvolvimento proposta.

Esteio foi o município que por mais vezes, 4, não cumpriu a meta do IDEB. Ainda assim, o menor índice ocorreu em Canoas, 5,1, sendo que o município ficou abaixo da meta pela primeira vez para a 4ª série (5° ano). A meta projetada para o município em 2015 era de 5,2.

Na região, em 2015, 5 municípios obtiveram índices superiores a 6: Campo Bom, Dois Irmãos, Estância Velha, Ivoti e Sapiranga. Destes, Ivoti apresenta o maior índice: 6,8. Além disso, o município foi o primeiro a alcançar o índice 6 ao longo da série histórica, já em 2009.

O Índice do estado cumpriu a meta em todos os 5 anos, ainda assim permanece menor que 8 municípios do Vale do Sinos. Em Novo Hamburgo, o índice, em 2015, foi de 5,6, sendo maior que o do estado. Mesmo assim, o índice do município não foi suficiente para cumprir a meta projetada para 2015, sendo este o primeiro ano no qual o município não cumpriu a meta.

A tabela 02 apresenta os índices de desenvolvimento da educação básica nos territórios do Vale do Sinos para a 8ª série (9° ano) de 2007 a 2015. 12 municípios obtiveram resultados abaixo da meta em 2015.

Ivoti obteve índice de 5,6 em 2015, acima do estado e o segundo maior índice da região. Ainda assim, o índice ficou abaixo da meta, que foi de 5,7.
Em São Leopoldo, a meta para 2015 foi 4,6. Mesmo assim, o índice só chegou a 3,8 em 2015, sendo que não se elevou de 2009 a 2015; em ambos os períodos o IDEB ficou em 3,8.

Araricá obteve índices acima das metas projetadas em todos os anos. Mesmo com queda do índice de 2009 a 2011, manteve-se acima da meta, com certa folga, uma vez que a meta para 2015 foi de 4,6, ou seja, 0,3 abaixo do IDEB realmente verificado no ano. O IDEB mostra que os resultados para a 9º ano são inferiores aos apresentados no 5º ano em todos os territórios.

Porto Alegre foi um dos municípios com a maior ocupação recente de escolas por estudantes na região metropolitana e no estado. Ainda assim, as ocupações se espalharam pelo estado, e escolas do Vale do Sinos também foram ocupadas, como em Canoas e em Novo Hamburgo.

Em 2014 foi aprovada a Lei n° 13.005, que trata do Plano Nacional de Educação. Dentre suas estratégias, a Lei propõe a ampliação do investimento público em educação pública junto à aprovação da Lei de Responsabilidade Educacional, que deveria ser instituída até 2015, mas que ainda não foi promulgada. Esta lei diz respeito, também, à definição de indicadores de qualidade na educação básica, além do financiamento da educação básica.

Em 2013, todos os municípios do Vale do Sinos cumpriram com a legislação que diz que, no mínimo, 25% dos recursos municipais devem ser aplicados à manutenção e desenvolvimento do ensino.

Leia mais

Inspirados em SP, estudantes ocupam 20 escolas no Rio Grande do Sul

RS. Estudantes ocupam Assembleia Legislativa pedindo retirada de projetos

Estudantes travam guerra de resistência na Assembleia para garantir CPI da merenda

Estudantes secundaristas ocupam Alesp contra ‘máfia das merendas’

O rendimento escolar na educação fundamental no Vale do Sinos

Vale do Sinos: IDEB e recursos aplicados em educação

Mais da metade das escolas do Vale do Sinos não possui quadra de esportes

Ocupar, resistir, produzir: estudantes dão aula de cidadania

Ocupadas, escolas gaúchas têm até revezamento de caneca na merenda

O que move as ocupações de escolas no Rio Grande do Sul

Limitar gastos de educação e saúde é uma péssima ideia

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vale do Sinos. Em ano de ocupações de estudantes, IDEB de muitos municípios não ultrapassa a meta - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV