Coronavírus: como a renda básica universal poderia frear esta crise

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • As sete pistas do Papa Francisco para viver o Advento

    LER MAIS
  • Desmatamento, trabalho escravo e incentivo da ditadura: o que está por trás dos megapecuaristas do Brasil

    LER MAIS
  • Começa processo para caçar vereador que ameaçou Frei Sérgio de morte no Rio Grande do Sul

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


14 Abril 2020

"A proposta de renda básica universal, como um “bolsa família” estendido poderia possibilitar o auto isolamento de toda a população", escreve Vinícius Chamlet, Formado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), que trabalha em defesa da liberdade dos professores e escreve para a Agência Pressenza, em artigo publicado por Agência Pressenza e reproduzido por EcoDebate, 13-04-2020.

Eis o artigo.

No Brasil, os casos de Coronavírus subiram para 234, no mundo dezenas de milhares de pessoas estão contaminadas pelo vírus.

Em situações de crises as parcelas da população que mais padecem são as que pertencem a base da pirâmide social, os mais pobres, que não têm, por exemplo, como parar por conta do Coronavírus, pois as contas, os boletos não esperam.

O Brasil possui um número grande de desempregados, pessoas na informalidade, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 11% da população está desempregada. O número exclui aqueles que estão na informalidade, e também os que desistiram de buscar emprego. Há ano o país padece com a falta de postos de trabalho, e com a diminuição do Estado. As reformas de Temer a Bolsonaro ajudaram a corroer o tecido de proteção social brasileiro. Neste cenário de ode ao liberalismo estamos enfrentando a pior crise sanitária dos últimos anos em escala mundial.

O enfrentamento a esta crise na área da saúde nos força a pensar o papel do Estado na Economia, principalmente com o aumento exponencial do preço de insumos como o álcool em gel, máscaras protetoras e papel higiênico.

A proposta de renda básica universal, uma renda que permitiria a todos se manter sem a necessidade de trabalho, como um “bolsa família” estendido poderia possibilitar o auto isolamento de toda a população em casa como uma das formas de atrasar o aumento de casos, achatando a curva de crescimento da doença.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Coronavírus: como a renda básica universal poderia frear esta crise - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV