Partidos de esquerda estão 'velhos', afirma Lula

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • O Papa afasta Enzo Bianchi da comunidade de Bose

    LER MAIS
  • A carta de 40 milhões de médicos aos líderes do G20: “É necessário um planeta saudável para recomeçar depois do Covid”

    LER MAIS
  • Esperança na provação. Nota do Mosteiro de Bose

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


06 Agosto 2013

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, na noite desta sexta-feira, que um partido que chega ao poder não pode cometer o erro de perder sua relação com o povo. A explícita autocrítica do PT, repetida por Lula desde que eclodiram as manifestações de junho, foi feita em discurso no 19.º Encontro do Foro de São Paulo. O petista afirmou também que os partidos de esquerda da América Latina ainda fazem política "da forma antiga".

A reportagem foi publicada no jornal O Estado de S. Paulo, 03-08-2013.

"O poder é uma coisa mágica (...). Há uma tendência de chegar ao poder e o povo que antigamente era bonito e extraordinário já não é mais", afirmou o ex-presidente. Lula criticou os partidos de esquerda europeus que, segundo ele, "estão definhando" e perderam o discurso porque ficaram semelhantes à direita. Sobre a esquerda na América Latina, afirmou que seus dirigentes foram "ficando velhos" e, agora, se perguntam 'cadê a juventude dos nossos partidos?'.

O Foro de São Paulo reúne organizações de esquerda latino americanas e caribenhas, em sua grande maioria partidos políticos. Cerca de 1,1 mil pessoas se inscreveram para participar da XIX reunião do Foro, que este ano ocorre em São Paulo.

Lula fez diversas críticas aos países ricos, muitos elogios ao ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez - morto neste ano -, afirmou que o Foro foi a melhor coisa criada na América Latina, e disse que sem ele os partidos de esquerda não teriam chegada ao poder no continente.

No alerta ao PT, o ex-presidente sustentou que "aqui no Brasil nós sabemos que um partido de esquerda que chegou ao poder precisa tomar cuidado para não cometer os mesmos erros que vimos em outros lugares". "Só tem uma coisa que garante um partido, chegando ao poder: não perder sua relação com o povo".

Articulador da eleição de Dilma Rousseff e do projeto de reeleição, Lula tem feito autocríticas a correligionários no momento em que o partido acumula desgastes e incertezas com a queda de popularidade da presidente. "Às vezes a gente encontra um companheiro xingando e gritando na rua, já acha que é inimigo e esquece que nas últimas eleições ele votou na gente. Em vez de achar ruim, seria melhor perguntar 'por que agora você está bravo comigo?'".

A grande preocupação do petista é a necessidade de o PT e partidos de esquerda criarem novas formas de diálogo com a sociedade, em especial com os jovens. "Como estamos nos comunicando com eles? Qual a mensagem que estamos passando para eles? Qual a mensagem de esperança que passamos?", indagou. Ele disse que manifestações como as ocorridas na Primavera Árabe e no Brasil devem servir de lição para os integrantes do Foro de São Paulo. "Pelo fato de a esquerda estar enfraquecida na maior parte do mundo, a esquerda latino-americana pode servir de farol", disse.

Internet deve ser mídia da esquerda

A internet deve ser a mídia da esquerda, ensinou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a dirigentes partidários da América Latina ontem, "Com a internet, do jeito que ela funciona, temos a capacidade de ter a nossa própria mídia", afirmou o petista.

"Não é possível imaginar que um jornal de 10, 15 mil exemplares vai permitir que a gente fale o que pensa para milhões de pessoas, mas através da internet a gente pode chegar a milhões de pessoas sentadas nos sofás de suas casas se a gente assumir a responsabilidade de fazer", disse. "Precisamos criar nossos instrumentos de comunicação", insistiu o presidente de honra do PT. Desde o julgamento do mensalão Lula tem estimulado as centrais sindicais a criarem suas próprias mídias. Ontem, disse que elas não aproveitam nem 0,5% do potencial que têm de atuar na internet.

Chávez

Lula lamentou a morte de Hugo Chávez e disse que o ex-presidente da Venezuela vai fazer "muita falta". Reclamou de posturas dos Estados Unidos em relação à geopolítica global e fez piada com o monitoramente eletrônico que os americanos fizeram no Brasil.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Partidos de esquerda estão 'velhos', afirma Lula - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV