Indignados recriam Ágora perto da original

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019)

    LER MAIS
  • Bolsonaro institui o Dia do Rodeio na Festa de São Francisco de Assis

    LER MAIS
  • “O transumanismo acredita que o ser humano está em um suporte equivocado”, afirma filósofo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

02 Julho 2011

O movimento dos indignados acampa desde maio na praça Syntagma (Constituição), não longe da antiga Ágora, o espaço público por excelência da Grécia antiga.

E é basicamente de uma nova Ágora que se trata: um ponto de encontro mais bem-humorado do que realmente indignado, mais para um Woodstock século XXI do que para maio de 1968 ou as mobilizações que derrubaram o comunismo nos anos 80/90.

A reportagem é de Clóvis Rossi e publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, 03-07-2011.

Na noite de sexta, como quase todas as noites, o acampamento se enche de gente, que acaba vazando para a avenida que separa a praça do prédio do Parlamento, permanentemente policiado.

Os líderes, jovens como o público, trepam na grade que protege o prédio e cantam cânticos calcados nos gritos dos torcedores de Panathinaikos e Olimpiakos - os dois grandes do futebol grego.

Vendedores ambulantes oferecem pequenos bastões de raio laser verde, que os manifestantes usam para "atingir" os policiais. Vendem também milho verde e cachorro quente, cujo aroma disputa espaço com o da maconha, bem mais leve.

Mais que indignados, são entusiasmados com o próprio gesto. "É a história sendo feita por nós", festeja Elina Markoulinos, estudante.

Ela e seus companheiros prometem continuar na praça até realizar a profecia contida em tosco cartaz: "Quando o poder do amor superar o amor pelo poder, então conheceremos a benção da paz".

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Indignados recriam Ágora perto da original - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV