Organizações eclesiais denunciam a “Discriminação racial no Brasil no contexto da emergência Covid-19”

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Desigualdade. Artigo de Ladislau Dowbor

    LER MAIS
  • “É preciso afastar Bolsonaro já para parar a matança”. Entrevista com Chico Whitaker

    LER MAIS
  • Segredo, confissão e abuso: Cardeal Federigo, o Inominado e Lúcia. Artigo de Andrea Grillo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Fevereiro 2021

Diferentes organizações católicas e evangélicas têm publicado uma nota onde denunciam a “Discriminação racial no Brasil no contexto da emergência Covid-19”. O texto, que foi encaminhado ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, denuncia a grave situação que a pandemia tem provocado no Brasil, que está “se sufocando pela pandemia e pelo descaso do poder público”.

A reportagem é de Luis Miguel Modino.

O texto lembra que “a cada dez pessoas mortas por COVID-19 no mundo, uma é do Brasil”, uma realidade que ainda é mais cruel na Amazônia, que está vivendo “cenários de indizível degradação e total desrespeito da dignidade humana”. Estamos diante de uma pandemia, agravada por decisões políticas, que “está amplificando as profundas desigualdades em nosso País”. As organizações denunciam o escasso investimento público e o crescimento da privatização de serviços essenciais, algo que afeta especialmente às “pessoas negras e indígenas, fortalecendo assim o racismo estrutural de nossa sociedade”.

As organizações fundamentam sua postura com diferentes investigações, que ajudam a entender “um discurso político que mobiliza argumentos econômicos, ideológicos e morais”. Esse discurso se sustenta em notícias falsas que provocam o enfraquecimento da adesão popular às recomendações de saúde baseadas em evidências científicas”. As investigações também mostram que a porcentagem de óbitos cresce entre os analfabetos, negros e indígenas e nas regiões Norte e Nordeste.

Ao falar sobre a situação de Manaus, que tudo indica deve superar os 2.000 mortos por Covid no mês de janeiro, muitos deles por falta de oxigênio a frágil estrutura hospitalar, a nota denuncia as “responsabilidades compartilhadas entre as diferentes esferas de poder” no estado do Amazonas. É por isso, que as “organizações denunciam o descaso dos poderes públicos, na esfera federal, estadual e municipal, pelos fatos apresentados e exigem investigações em vista de toda possível responsabilização”. Diante disso, essas organizações dizem apoiar os pedidos de impeachment e solicitam a intervenção de “atores internacionais na região amazônica”.

A nota está assinada pela Comissão Especial para a Ecologia Integral e Mineração da CNBB, o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs no Brasil (CONIC), o Conselho Indigenista Missionário (CIMI), Franciscans International, Fundação Luterana de Diaconia, Rede Eclesial Panamazônica - REPAM-Brasil, Rede Igrejas e Mineração, Sinfrajupe - Serviço Interfranciscano de Justiça, Paz e Ecologia, Articulação Comboniana de Direitos Humanos, e VIVAT International, que engloba várias congregações religiosas: Missionários da Sociedade Verbo Divino,Missionárias Servas do Espírito Santo, Congregação do Espírito Santo, Irmãs Missionárias do Espírito Santo – Espiritanas. Congregação das Irmãs da Santa Cruz, Missionários Combonianos do Coração de Jesus, Irmãs Missionárias Combonianas, Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeu – Scalabrinianas, Missionários Oblatos de Maria Imaculada, Congregação das Irmãzinhas da Assunção, Irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo, e a Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus.

Leia a nota na íntegra:

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Organizações eclesiais denunciam a “Discriminação racial no Brasil no contexto da emergência Covid-19” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV