Chamada Pública do GT da Sociedade Civil para a Agenda 2030 busca organizações que tenham soluções inovadoras

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Área de pasto cresceu 200% na Amazônia nos últimos 36 anos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


27 Abril 2019

Soluções Inovadoras – Grupo que monitora a implementação dos ODS no Brasil está selecionando projetos em desenvolvimento ou já colocados em prática que tenham impacto social.

A informação é publicada por EcoDebate, 26-04-2019.

O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para Agenda 2030 (GT Agenda 2030) está selecionando organizações responsáveis por projetos que apresentem soluções inovadoras para questões ambientais, econômicas e sociais do país. As inscrições devem ser feitas até o próximo dia 30 de abril. Podem participar da chamada pública organizações da sociedade civil, que não tenham fins lucrativos, com CNPJ ativo, de qualquer região do Brasil, bem como negócios sociais, com foco na implementação de um ou mais Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Trabalhos que tragam benefício direto às mulheres estão entre os principais alvos e terão maior peso, dentro dos critérios estabelecidos pelo edital. Entre as boas práticas poderão estar programas, tecnologias ou outras iniciativas estruturadas, alinhadas com a promoção da sustentabilidade e que possam ser replicadas em alta escala e tenham potencial de transformação de políticas públicas.

Os interessados devem se inscrever exclusivamente pela internet. Basta preencher o formulário encontrado neste link aqui.

Todo o processo é gratuito. Após o preenchimento e a efetivação da inscrição não serão mais permitidas alterações nos dados. A confirmação do cadastramento será comunicada eletronicamente e cada organização da sociedade civil interessada poderá inscrever no máximo três soluções, cadastradas individualmente.

O resultado do processo seletivo será divulgado até o dia 28 de maio de 2019. Serão escolhidas no mínimo cinco e no máximo dez soluções inovadoras, em estágio de desenvolvimento ou em vigor, que contribuam para o alcance dos ODS no Brasil. A comissão organizadora é composta pela Casa Fluminense; Gestos Soropositividade, Comunicação e Gênero; Plan Internacional; Rede Brasileira de População e Desenvolvimento (Rebrapd) e Bemtevi, investidora de negócios sociais, com coordenação do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS).

“São as soluções inovadoras que nos permitem enxergar para além dos problemas e imaginar um novo futuro possível. Não é fácil ver o horizonte quando estamos nos afogando. Alterar o modelo de produção e desenvolvimento vigente para um modelo de desenvolvimento sustentável exige um esforço coletivo e coordenado entre os diferentes setores da nossa sociedade”, diz a coordenadora executiva do IDS, Carolina Mattar.

Segundo ela, o Brasil possui múltiplas soluções potentes para desafios extremamente complexos sendo produzidas localmente, que, uma vez apoiadas pelo poder público e por investidores, podem ganhar escala e contribuir enormemente para atingirmos os ODS e cumprirmos a Agenda 2030.

As propostas selecionadas poderão ser conhecidas durante o Seminário de Soluções Inovadoras, agendado para o dia 27 de junho em São Paulo. O evento contará com uma exposição e terá como plateia uma rede formada por apoiadores, fundações privadas e gestores/as públicos, pois a intenção é conectar os responsáveis pelas práticas vencedoras com potenciais investidores.

As cinco primeiras organizações da sociedade civil que tiverem soluções selecionadas receberão apoio para custear uma passagem aérea para a participação de um(a) representante no seminário. Além disso, os projetos classificados terão seus trabalhos disponibilizados numa publicação impressa, que também estará disponível online e que será disseminada pela rede de organizações do GT Agenda 2030.

Sobre o GT Agenda 2030

O GT Agenda 2030 reúne cerca de 40 entidades de diferentes setores que, juntas, cobrem todas as áreas dos 17 ODS, que devem ser alcançados até o ano de 2030. No Brasil, o grupo foi formalizado em 9 de setembro de 2014 e, desde então, atua na difusão, promoção e monitoramento da Agenda 2030 e busca divulgar os ODS, mobilizar a sociedade civil e incidir politicamente junto ao governo brasileiro e o sistema das Nações Unidas para a sua implementação. O GT é financiado pela União Europeia.

Acesse o edital na íntegra aqui.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chamada Pública do GT da Sociedade Civil para a Agenda 2030 busca organizações que tenham soluções inovadoras - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV