Corpos de indígenas são encontrados enterrados em fazenda de MS

Revista ihu on-line

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Mais Lidos

  • Os Arautos do Evangelho não reconhecem o Comissário do Vaticano, dom Raymundo Damasceno Assis

    LER MAIS
  • Pacto das Catacumbas pela Casa Comum. Por uma Igreja com rosto amazônico, pobre e servidora, profética e samaritana

    LER MAIS
  • A ideologização da Sociologia (além de uma simples distração). Artigo de Carlos A. Gadea

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

03 Agosto 2017

Ossadas foram achadas às margens de córrego em fazenda de Iguatemi, no sul do estado. Polícia suspeita que sejam de desaparecidos há um ano. Ex-funcionário da propriedade é suspeito.

A reportagem é de Gabriela Pavão, publicada por G1, 01-08-2017.

Dois corpos foram encontrados nesta terça-feira (1º) enterrados em uma fazenda em Iguatemi, a 451 km de Campo Grande. As ossadas seriam de dois indígenas que desapareceram há um ano, segundo informações da Polícia Civil ao G1.

Os cadáveres estavam um sobre o outro, enterrados às margens de um córrego, nas proximidades da sede da fazenda, que fica na estrada do antigo curtume.

Um ex-funcionário da fazenda foi localizado pela polícia e é apontado como suspeito dos homicídios e da ocultação dos cadáveres. Ele será ouvido. Conforme a polícia, ele havia sido demitido da fazenda há alguns meses.

Ainda conforme a polícia, o dono da fazenda e o arrendatário não são considerados suspeitos e o caso não é tratado como crime de latifúndio ou conflito agrário.

Sumiço

Um boletim de ocorrência de desaparecimento das vítimas foi registrado em julho de 2016 na Delegacia de Polícia Civil de Mundo Novo.

Segundo o documento, na época, os dois homens de 37 anos haviam saído de casa no dia 16 de julho pra pescar no rio Iguatemi e não haviam retornado até o dia 28, quando o desaparecimento foi denunciado. O achado de cadáver está sendo registrado como homicídio com ocultação de cadáver.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Corpos de indígenas são encontrados enterrados em fazenda de MS - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV