Salvador terá inventário de emissões de CO2 em 2015

Mais Lidos

  • “Com Francisco cumpre-se a profecia de Arrupe”. Entrevista com Pedro Miguel Lamet

    LER MAIS
  • Somos todos aspirantes a cristãos. Entrevista com Paolo Ricca

    LER MAIS
  • Wim Wenders, Dias Perfeitos – 2023. Artigo de Faustino Teixeira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

09 Janeiro 2015

Banhada pela Baía de Todos-os-Santos, uma das maiores do mundo, a cidade de Salvador é uma das mais ameaçadas do Brasil pelas consequências das mudanças climáticas, sobretudo quando o assunto é a possível elevação do nível do mar. Nesse sentido, mensurar as emissões de gases do efeito estufa da capital baiana, a fim de reduzi-las, trata-se de uma medida importante para à sua população, estimada em cerca de três milhões de pessoas.

A reportagem é da Redação do EcoD, publicada pelo Sítio EcoD, 07-01-2015.

Ao pensar nisso, a Secretaria da Cidade Sustentável, pretende lançar, em 2015, um inventário para medir as emissões de gases causadores do efeito estufa no município. O documento, que já está sendo preparado, tem valor estimado em R$ 600 mil. “Esse é um valor baseado nos documentos feitos em outras cidades”, esclareceu o secretário André Fraga à revista [B+].

No entanto, a prefeitura não gastará recursos próprios com o inventário. “É um projeto da Prefeitura Municipal de Salvador com recursos da Embaixada Britânica”, explicou Fraga. Segundo ele, o inventário, que será elaborado pelo Conselho Internacional para Iniciativas Ambientais Locais (Iclei) e pelo World Resources Institute (WRI), tem o objetivo de levantar as emissões de gases causadores do efeito estufa em Salvador e, em seguida, reduzi-las.

“A ideia é que o inventário esteja pronto próximo de maio de 2015″, prevê o secretário. Capitais como Recife, Fortaleza e São Paulo já têm iniciativas semelhantes. Em Salvador, as iniciativas anteriores foram pontuais e criadas por empresas para medir suas próprias emissões, mas não para todo o município.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Salvador terá inventário de emissões de CO2 em 2015 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU