'Deu a vida para expor o sofrimento do povo sírio", afirma a mãe do repórter decapitado

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Diante do nacionalismo da Grande Rússia, vamos reinventar o internacionalismo. Artigo de Pierre Dardot e Christian Laval

    LER MAIS
  • “Receber dinheiro para evangelizar de quem gera morte é contraditório”. Entrevista com Dom José Ionilton Lisboa de Oliveira

    LER MAIS
  • “Fratelli Tutti” coisa nenhuma. “Memorando” exorta que antes do conclave os cardeais releiam “Dominus Iesus”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


21 Agosto 2014

A mãe de James Foley, jornalista americano, decapitado na Síria pelo Estado Islâmico - ISIS, emitiu a seguinte declaração:

“Nunca estivemos tão orgulhosos de nosso filho, Jim. Ele deu sua vida para expor ao mundo o sofrimento do povo sírio.

Imploramos aos sequestradores para pouparem as vidas dos reféns remanescentes. Assim como Jim, eles são inocentes. Eles não têm controle algum sobre a política do governo americano no Iraque, na Síria ou em qualquer outra parte do mundo.

Agradecemos a Jim por toda a alegria que ele nos deu. Ele foi uma pessoa, um filho, um irmão, um repórter extraordinário”.

Diane Foley, mãe do repórter James Foley

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

'Deu a vida para expor o sofrimento do povo sírio", afirma a mãe do repórter decapitado - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV