Cartaz da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 traz ciranda e destaca a unidade

Mais Lidos

  • Ideias e paixões para a Igreja na Europa. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS
  • “A maneira de viver dos indígenas é completamente diferente do modo que o agronegócio usa os territórios”. Entrevista com Manuela Carneiro da Cunha

    LER MAIS
  • “Bolsonaro e Trump mostraram que as ruas hoje podem ser da direita”. Entrevista com Ignacio Ramonet

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

29 Junho 2020

A Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) de 2021, que terá como tema “Fraternidade e Diálogo: Compromisso de Amor”, e o lema “Cristo é a nossa Paz: do que era dividido, fez uma unidade”, baseado no livro de Efésios 2.14, já tem cartaz definido.

A reportagem é de Edelberto Behs, jornalista. 

Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 – Fraternidade e Diálogo: Compromisso de Amor (Foto: Divulgação CNBB)

A CFE do próximo ano quer, através do diálogo amoroso e do testemunho da unidade na diversidade, inspirados no amor de Cristo, “convidar comunidades de fé e pessoas de boa vontade para pensar, avaliar e identificar caminhos para a superação das polarizações e das violências que marcam o mundo atual”, definiram as duas organizações parceiras. 

O cartaz vitorioso, escolhido por comissão constituída pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) e Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi produzido pelo Ateliê 15, que concentrou a concepção da peça na palavra “unidade”- qualidade ou estado de ser um ou único, de não poder se dividido. 

“Escolhemos uma ciranda para ser a base do desenho. Afinal, em uma roda não tem primeiro, nem último, todos formam um e precisam trabalhar na mesma sintonia e ritmo para não perder o compasso e, como a música do cantor, compositor e amigo Zé Vicente, o ‘Baião das Comunidades’, todos e todas são convidad@s a participar desta ciranda pela vida”, explicaram os autores do cartaz. As pessoas também são convidadas, agregaram, a participar “da construção da civilização do amor, da justiça, da igualdade e da paz”. 

Convidado como representante da Igreja Betesda, como igreja observadora, o pastor Eliel Batista disse, para o portal do Conic, que a comissão, da qual participou, teve que viver na prática o que a CFE propõe, “que é essa unidade cristã, esse dar as mãos, para defender essa paz, esse amor, esse relacionamento inter-religioso para o testemunho”, apertar os laços do amor cristão. Juntos na diversidade, prosseguiu, “temos que abrir mais os ouvidos do que a boca”. 

Conic e CNBB instituíram concurso aberto para receber propostas de cartazes. O próximo passo, agora, é a escolha da música para a CFE 2021.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cartaz da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 traz ciranda e destaca a unidade - Instituto Humanitas Unisinos - IHU