Após 10 dias de forte resfriado, o Papa Francisco passa bem...

Mais Lidos

  • “O governo de Milei é um governo-isca”. Entrevista com Magdalena Chirom

    LER MAIS
  • O papa ainda está vivo, mas os abutres começam a circular. Artigo de Robert Mickens

    LER MAIS
  • O sacerdócio não é a solução. Artigo de Luigino Bruni

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

09 Março 2020

A julgar por vários elementos que foram observados por quase 15 minutos, agora há pouco, por ocasião da recitação do Angelus da Biblioteca Apostólica, o Santo Padre passa bem, aliás, muito bem, já que as consequências do resfriado que o atingiu cerca de dez dias atrás são poucas e mínimas.

A informação foi publicada por Il Sismografo, 08-03-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.

Não parece mais ter tosse nem coriza: a voz está clara como antes, demonstrando que até mesmo as irritações da faringe desapareceram. No geral, o Papa Francisco apareceu com boa saúde e certamente sem febre. Por fim, o pontífice mostrou-se bastante enérgico e disposto.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após 10 dias de forte resfriado, o Papa Francisco passa bem... - Instituto Humanitas Unisinos - IHU