Austrália. Cardeal Pell, condenado a seis anos, continua preso. Apelo foi negado

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Ucrânia, Terceira Guerra Mundial e o guia do Papa Francisco para a Igreja. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS
  • Das cinzas da hiperglobalização pode surgir uma globalização melhor. Artigo de Dani Rodrik

    LER MAIS
  • As necessárias “heresias” de Lula

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


21 Agosto 2019

A informação é divulgada pelos principais meios de comunicação do mundo, na manhã de hoje. A Santa Sé publicou a uma declaração sobre o tema. A tradução é de IHU On-Line.

Eis a declaração.

Reafirmando o próprio respeito para com as autoridades judiciárias australianas, como foi declarado no dia 26 de fevereiro por ocasião do julgamento em primeiro grau, a Santa Sé toma conhecimento da decisão de rejeitar o apelo do Cardeal George Pell.

Esperando conhecer os eventuais desenvolvimentos ulteriores do procedimento judiciário, recorda que o Cardeal sempre afirmou a sua inocência e que é seu direito de recorrer à Alta Corte de Justiça.

No momento, juntamente com a Igreja da Austrália, a Santa Sé confirma a sua proximidade com as vítimas dos abusos sexuais e o empenho, por meio das autoridades eclesiásticas competentes, de perseguir os membros do clero responsáveis por tais atos.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Austrália. Cardeal Pell, condenado a seis anos, continua preso. Apelo foi negado - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV