Derrotados nas urnas, caminhoneiros apoiadores de Bolsonaro bloqueiam estradas em protesto

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • A ruptura interna no tecido católico brasileiro. Artigo de Faustino Teixeira

    LER MAIS
  • “Não é uma guerra entre a Rússia e a Ucrânia, é uma guerra pela reorganização da ordem mundial”. Entrevista com Maurizio Lazzarato

    LER MAIS
  • Vamos ao encontro de nossa própria destruição? Artigo de Leonardo Boff

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Novembro 2022

Rodovias registram bloqueios em diversos estados, com aparente leniência da PRF.

A reportagem é publicada por Sul21, 31-10-2022.

Após o anúncio da vitória de Luiz Inácio Lula da Silva para a Presidência da República em segundo turno, na noite desse domingo (30), grupos de caminhoneiros protestam com bloqueios em rodovias.

No Rio de Janeiro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que as ocorrências começaram por volta de 00h30 e ainda permanecem nesta manhã. Pela manhã, a BR-116 seguia com bloqueios na região de Barra Mansa, no sul estado. Segundo a concessionária CCR RioSP, que administra o trecho da rodovia, o tráfego estava interrompido entre os quilômetros 281 e 298 na pista sentido Rio, “devido a manifestação de caminhoneiros”, assim como entre os quilômetros 272 e 281 no sentido São Paulo.

A PRF também informou que houve interdição no início da manhã no quilômetro 64 da BR-101, em Campos dos Goytacazes, com queima de pneus. O protesto começou por volta das 5h e às 6h30 a via já havia sido liberada pelos agentes. Por voltas das 7h, porém, mais manifestantes se dirigiram à região e, segundo a PRF, foram registrados atos de vandalismo.

De acordo com vídeos publicados nas redes sociais, o protesto é contra o resultado da eleição e, em alguns locais, há pedido de intervenção militar.

Além do Rio de Janeiro, há bloqueios em outros estados. O jornal O Globo informa que manifestantes fecharam trechos da BR-163 em quatro municípios no norte do Mato Grosso e atearam fogo em pneus nas localidades de Lucas do Rio Verde, Sorriso, Sinop e Nova Mutum.

Em Santa Catarina, há registro de interdição no quilômetro 7 da BR-116. Segundo o jornal O Globo, eram pelo menos outros sete pontos de bloqueios na BR-101 por volta das 8h30 desta segunda, nas localidades de Garuva, Joinville, Itajaí e Palhoça.

No Rio Grande do Sul, bolsonaristas bloquearam a BR-470, entre Garibaldi e Bento Gonçalves, durante a madrugada. Uma apoiadora do presidente derrotado publicou um vídeo dizendo que a manifestação tinha apoio “até da polícia” e falando que houve uma fraude nas eleições. “Não existe segunda-feira para comunismo”, diz a mulher, que se identifica como Ana Fachin no vídeo.

Os bloqueios acontecem com aparente leniência da PRF. No Twitter, a jornalista Míriam Leitão questionou a falta de ação da corporação, que durante o domingo atuou para dificultar o transporte de eleitores.

*Com informações da Agência Brasil

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Derrotados nas urnas, caminhoneiros apoiadores de Bolsonaro bloqueiam estradas em protesto - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV