Francisco deverá permanecer internado por pelo menos cinco dias

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

05 Julho 2021

 

A cirurgia se estendeu por três horas, das 19h às 22h locais.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 05-07-2021. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

O Papa Francisco, de 84 anos, passou sua primeira noite no Policlínico Gemelli de Roma, onde se recupera da exitosa operação por um problema de cólon, à qual foi submetido neste domingo, segundo informou o Vaticano.

“O Santo Padre reagiu bem à intervenção realizada sob anestesia geral”, assegurou o porta-voz vaticano, Matteo Bruni, em um comunicado divulgado após a meia-noite, pela Santa Sé.

A cirurgia “para uma estenose diverticular do sigma”, uma doença de cólon que afeta sobretudo as pessoas de idade avançada, foi programada com antecedência, ainda que se desconhecesse publicamente e seu anúncio ontem à tarde tenha causado enorme surpresa.

Na breve nota oficial, difundida depois da operação, realizada pelo médico Sergio Alfieri, chefe do departamento de digestivo do Gemelli, acompanhado por uma equipe de outros oito médicos, não foram dados detalhes, apenas que o Papa havia reagido bem e que havia sido submetido à anestesia geral.

Fontes hospitalares, citadas pela imprensa local, asseguram que a cirurgia durou três horas, das 19h às 22h locais, e que Francisco deve permanecer internado por pelo menos cinco dias.

As janelas do décimo andar do hospital, onde se encontra Francisco e que no passado já acolheu João Paulo II, permaneceram fechadas durante toda a noite, como relataram os vários jornalistas, câmeras e fotógrafos que se encontram na porta do centro médico para seguir a evolução do estado de saúde do pontífice.

O Papa chegou ao hospital às 13 horas de domingo, depois da oração dominical do Angelus, quando anunciou aos fiéis reunidos na Praça São Pedro sua próxima viagem à Hungria e à Eslováquia, de 12 a 15 de setembro.

Sua internação foi feita de forma totalmente anônima e acompanhado apenas por um motorista e por um dos seus colaboradores mais próximos, o qual sua presença passou inadvertida no centro médico, segundo as fontes do hospital.

O anúncio da operação causou surpresa, já que se desconhecia que Francisco tivesse que ser submetido a uma operação que se programou para os primeiros dias de julho, o mês em que o pontífice reduz seus atos ao máximo para descansar e apenas manter sua presença na oração dominical do Ângelus.

Segundo especialistas no sistema digestivo, o objetivo deste tipo de cirurgia é reduzir os problemas causados pelos divertículos, que são pequenas hérnias na parede do cólon com um amplo espectro de manifestações clínicas, incluindo hemorragia, inflamação (diverticulite) ou as complicações associadas à mesma (obstrução ou perfuração).

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Francisco deverá permanecer internado por pelo menos cinco dias - Instituto Humanitas Unisinos - IHU