Carta de um bispo italiano sobre a retomada das celebrações

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


19 Mai 2020

"Peço-lhe com firmeza que peguem o telefone e passem esses dias fazendo ligações repetidamente, simplesmente para dizer: "Estou pensando em você, lembro de você em oração, levo você em meu coração". Um sacerdote não pode presidir a Eucaristia, a menos que se importe com as relações. Caso contrário, a Eucaristia se torna artificial e formal (especialmente com todas essas normas)", escreve Derio Olivero, bispo da Diocese de Pinerolo e professor de teologia pastoral, em carta sobre a retomada das celebrações, publicada por Diocese de Pinerolo, 13-05-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.

E o bispo admoesta: "Se souber que em algumas paróquias não fizer nada nesse sentido (cuidar das relações e atenção aos pobres), nessa paróquia adiarei ainda mais o início da celebração da Missa com o povo"

Eis a carta.

Caríssimos amigos sacerdotes, caríssimos amigos diáconos, saúdo cordialmente vocês e comunico que ainda sou muito frágil e enfraquecido; por isso, peço desculpas se ainda estou um pouco lento em meu trabalho e, por esse motivo, ainda não consegui fazer o Decreto sobre a celebração de missas para nossa diocese. Estou lendo todos os vários decretos emitidos pelo Governo e pela CEI e aguardo a posição dos Bispos do Piemonte. Por isso, peço que sejam pacientes e se preparem, tendo em mente as normativas da CEI que estou anexando.

Por enquanto decreto que para a diocese de Pinerolo o início das missas é adiado para segunda-feira, 25 de maio. As razões são variadas. Antes de tudo, tenho que chegar a um decreto e gostaria de ouvir antes o que os bispos do Piemonte decidem. Em segundo lugar, outros bispos (ver Mondovì) já fizeram essa escolha (o Piemonte ainda é fortemente afetado pelo vírus, não devemos ser superficiais). Em terceiro lugar, eu gostaria de sugerir a celebração de missas ao ar livre (seriam muito menos artificiais do que as missas em ambiente fechado, contingenciadas). Mas para as missas ao ar livre, precisamos ter uma derrogação à lei Gabrielli; o prefeito de Pinerolo já comunicou ao prefeito e eu gostaria que nosso presidente CEP também o informasse. A resposta do prefeito ainda não chegou. Uma quarta razão é que algumas paróquias ainda não foram adequadas para estar de acordo com a normativa sobre missas na igreja. Quero ter certeza, antes de dar permissão para a celebração, que todos estejam preparados para cumprir os regulamentos da CEI. A questão é muito séria.

Por todas essas razões, DECRETO que a celebração das missas com o povo começará na diocese de Pinerolo na segunda-feira, 25 de maio. Peço firmemente a todos, neste período, que gastem seu tempo e energia para se fazerem presentes na comunidade. Isso significa pegar o telefone e ligar para todos os doentes, os idosos que vocês conhecem e, principalmente, para os agentes pastorais (catequistas, animadores, colaboradores ...). Eu sei que muitos estão fazendo isso. Outros se fizeram presentes de mil maneiras: streaming, com mensagens, telefonando, visitando os doentes, levando a comunhão (com a devida atenção), confessando. Infelizmente, alguns não fizeram nada.

Amigos, este é o tempo das relações; este é o tempo em que os cristãos, e nós ministros em primeiro lugar, devemos construir relações para ajudar no cansaço das pessoas. Peço-lhe com firmeza que peguem o telefone e passem esses dias fazendo ligações repetidamente, simplesmente para dizer: "Estou pensando em você, lembro de você em oração, levo você em meu coração". Um sacerdote não pode presidir a Eucaristia, a menos que se importe com as relações. Caso contrário, a Eucaristia se torna artificial e formal (especialmente com todas essas normas). Isso é algo sério.

Se souber que em algumas paróquias não fizer nada nesse sentido (cuidar das relações e atenção aos pobres), nessa paróquia adiarei ainda mais o início da celebração da Missa com o povo. Agradeço por tudo o que vocês fizeram neste tempo. Agradeço por suas orações e pela proximidade. Ainda peço desculpas pelo fato de estar quase preso na cama, mas espero poder fazer algo daqui também. Obrigado, desejo-lhe um bom trabalho e envio minha bênção.

Pinerolo, 13 de maio de 2020+ Derio

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Carta de um bispo italiano sobre a retomada das celebrações - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV