Ex-presidente de El Salvador é preso por corrupção

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Ucrânia, Terceira Guerra Mundial e o guia do Papa Francisco para a Igreja. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS
  • A guerra de Putin e Kirill. “O pluralismo religioso nunca foi um problema para a democracia, mas hoje o pluralismo ético moral é para as democracias.” Entrevista com José V. Casanova

    LER MAIS
  • Das cinzas da hiperglobalização pode surgir uma globalização melhor. Artigo de Dani Rodrik

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: João Flores da Cunha | 09 Novembro 2016

SAN SALVADOR: O ex-presidente de El Salvador Elías Antonio Saca foi preso por corrupção pela Procuradoria-Geral da República do país. A detenção ocorreu no dia 30-10, durante o casamento de seu filho. Saca presidiu o país entre 2004 e 2009 representando o partido conservador Aliança Republicana Nacionalista – ARENA.

Saca é acusado de ter cometido o crime de peculato, ou desvio de dinheiro público. O ex-presidente foi preso junto com seis funcionários de seu governo. O suposto esquema foi descoberto a partir de investigações sobre Elmer Charlaix, que foi secretário da presidência de Saca. Ele se entregou à Justiça após a prisão do ex-presidente.

O procurador-geral Douglas Meléndez, que é o chefe do Ministério Público do país, acusou os políticos de pertencerem a um esquema de enriquecimento ilícito e de lavagem de dinheiro. Segundo ele, Antonio Saca teria desviado 246 milhões de dólares de dinheiro público, que depois teriam sido distribuídos entre funcionários de seu governo por meio de contas privadas.

O sucessor de Saca na presidência de El Salvador, o esquerdista Mauricio Funes, que governou entre 2009 e 2014, também é investigado por enriquecimento ilícito. Funes, no entanto, não corre risco de ser detido: ele recebeu asilo político do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, e se mudou para esse país. Funes pertence à Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional – FMLN, que governa El Salvador.

Leia mais:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ex-presidente de El Salvador é preso por corrupção - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV