Santuário Nacional emite nota sobre visita do presidente a Aparecida, no dia 12 de outubro

Mais Lidos

  • Especialização em Protagonismo Feminino na Igreja: experiência de sororidade e crescimento humano integral

    LER MAIS
  • No meio do caminho estava o CIMI: 50 anos do documento-denúncia “Y-Juca-Pirama” e a atuação do Pe. Antônio Iasi Jr, SJ

    LER MAIS
  • Frente à carnificina, testemunhar. O quê? Uma resposta do cristianismo de libertação. Artigo de Jung Mo Sung

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

12 Outubro 2022

 

O Santuário Nacional de Aparecida emitiu nota de esclarecimento, nesta segunda-feira (10), sobre a visita do presidente da República e candidato a reeleição, Jair Bolsonaro, ao Santuário para participar de uma das missas do dia 12 de outubro – dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

 

De acordo com a nota, “assim como em outros anos, o Santuário recebe a visita e se programa para acolher o Chefe de Estado, buscando também garantir a rotina de visita dos romeiros”.

 

No entanto, esclarece que consta na agenda de Jair Bolsonaro a participação em um Terço que será rezado na cidade de Aparecida. Esta atividade, no entanto, não é celebrada pelo Santuário Nacional e nem está sob a supervisão do arcebispo de Aparecida (SP), dom Orlando Brandes. Segundo a nota, a iniciativa é de um grupo independente, que não tem relação com o Santuário Nacional e nem com a Programação da Novena da Padroeira.

 

Programação

 

O dia 12 de outubro é um dia movimentado na Casa da Mãe: ao todo serão 7 missas celebradas na Basílica de Aparecida, tendo a Missa Solene como a celebração principal, às 9h, além da Consagração a Nossa Senhora Aparecida, às 15h, e a Procissão Solene, às 18h. Toda a programação é preparada e supervisionada pelos Missionários Redentoristas e pelo arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes.

 

Foto: Thiago Leoon 

CNBB

 

Leia a íntegra da nota:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO FESTA DA PADROEIRA DO BRASIL

 

A Festa de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, organizada pelo Santuário Nacional, sob a supervisão do Arcebispo de Aparecida e dos Missionários Redentoristas, tradicionalmente é destino anual de milhares de devotos. A programação para acolher esses peregrinos é idealizada para homenagear a Virgem Maria, sempre apontando para Jesus, único redentor da humanidade.

 

Ao longo de todo o dia 12 de outubro, 7 missas serão celebradas na Basílica de Aparecida, tendo como ponto alto a Missa Solene das 9h. Durante o dia, ainda acontece a tradicional Consagração a Nossa Senhora Aparecida, às 15h, e a Procissão Solene, às 18h.

 

Nesta segunda-feira (10), o Cerimonial da Presidência da República informou que o Excelentíssimo Sr. Presidente da República, Jair Bolsonaro, pretende participar das comemorações, estando presente em uma das Missas programadas. Como nos anos anteriores, o Santuário Nacional organizará a acolhida ao Presidente nas melhores práticas que um Chefe de Estado requer, mas também buscando garantir que a rotina dos peregrinos não seja impactada pelas condições que a visita exige.

 

Posteriormente, chegou ao conhecimento do Santuário Nacional que também consta na agenda do Presidente a participação em um Terço que será rezado na cidade de Aparecida.

 

Assim, é importante reforçar que essa atividade não é organizada pelo Santuário Nacional, tampouco tem anuência do Arcebispo de Aparecida. É relevante também frisar que, embora tenha sido programada para acontecer no mesmo horário da Consagração a Nossa Senhora Aparecida, que há 65 anos tradicionalmente é rezada nesse horário, a inciativa é de um grupo independente, que não tem qualquer relação com o Santuário Nacional e sua programação oficial para este dia.

 

Nas melhores expectativas de que a Festa da Padroeira do Brasil seja tempo de honras a Jesus e a sua Mãe, desejamos que os devotos possam vivenciar plenamente os momentos que para eles foram planejados.

 

Dom Orlando Brandes
Arcebispo de Aparecida (SP)

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Santuário Nacional emite nota sobre visita do presidente a Aparecida, no dia 12 de outubro - Instituto Humanitas Unisinos - IHU