Cuba. Religiosos assessoram famílias de presos

Mais Lidos

  • Influenciadores ou evangelizadores digitais católicos? Artigo de Dom Joaquim Mol

    LER MAIS
  • Os equilíbrios de Lula no Brasil pós-Bolsonaro. Artigo de Bernardo Gutiérrez

    LER MAIS
  • Para onde estamos indo? Artigo de Leonardo Boff

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

28 Julho 2021

 

A CONCUR oferece um serviço de orientação aos familiares dos presos na ilha depois dos protestos de 11 de julho.

A reportagem é publicada por Religión Digital e Jesuítas da América Latina, 22-07-2021. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

Em nota divulgada nas redes sociais do país, a Conferência Cubana de Religiosos e Religiosas – CONCUR expressou que ao verificar a rapidez com que está andando o processo penal dos presos nos protestos sociais de 11 de julho, como Igreja é necessário empreender propostas para acompanhar os acusados.

Com o título de: “Sugestões aos familiares dos detidos a partir do 11J”, o serviço de acompanhamento da CONCUR sugeriu aos familiares dos reclusos que se dirigissem com insistência ao centro de detenção onde estão detidos e pedissem um número de denúncia, ou no caso de já ter um expediente aberto, o número deste.

Além disso, a carta orienta as famílias a encaminharem o quanto antes com o referido número do processo a um Escritório de Advocacia Coletiva e indicarem advogado para representação legal. E esclarece que em caso de não possuir número do processo, estar repetidamente interessado na situação jurídica da pessoa detida. É possível que se proceda a um processo sumário quando, na falta de indicação atempada de advogado, o julgamento possa ser realizado sem representação legal.

Lembremos que este serviço de acompanhamento da Igreja através da CONCUR é essencial para processar em determinado momento uma Comissão da Verdade que possa denunciar as arbitrariedades acumuladas contra os detidos e desaparecidos com os protestos ocorridos em 11 de julho.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cuba. Religiosos assessoram famílias de presos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU