Papa falará aos católicos uma vez por mês por meio de mensagens de vídeo

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • “A reação de pastores é uma rebelião política em nome da fé”. Entrevista especial com José de Souza Martins

    LER MAIS
  • O que precisamos aprender com André Janones

    LER MAIS
  • “A saúde do solo, das plantas e a nossa estão interligadas”. Entrevista com Vandana Shiva

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


07 Janeiro 2016

Francisco dá início, nesta quarta-feira, a uma iniciativa para promover a oração. Bergoglio falará sempre em espanhol.

A reportagem é de Pablo Ordaz, publicada por El País, 06-01-2016.

A partir desta quarta-feira, o papa Francisco falará aos fiéis uma vez por mês por meio de mensagens de vídeo gravadas em espanhol e distribuídas pelas redes sociais. Jorge Mario Bergoglio já havia gravado mensagens de vídeo em ocasiões especiais — às vésperas das viagens a Cuba e à África, e durante um congresso de teologia em Buenos Aires —, mas agora tomou a decisão de fazer dessas mensagens um canal de comunicação direto com os católicos.

No primeiro vídeo, de um minuto e meio de duração, o Papa apela ao diálogo entre as religiões para buscar a paz e a justiça, “Muitos pensam de forma diferente, sentem de forma diferente, buscam Deus ou encontram Deus de maneira diferente (...). Confio em vocês para divulgar o meu pedido deste mês. Que o diálogo sincero entre homens e mulheres de várias religiões traga frutos de paz e de justiça”.

De acordo com o jesuíta Frederic Fornos, diretor internacional do Apostolado da Oração, a iniciativa se destina “a todas as pessoas que quiserem se juntar pela oração às intenções do Papa, a rezar com ele para os desafios da humanidade”. Apesar de Bergoglio falar sempre em espanhol, os vídeos, que serão gravados pelo Centro Televisivo Vaticano, estarão disponíveis em 10 idiomas e serão distribuídos através do Twitter, Facebook, Instagram e YouTube.

A última vez que o papa gravou uma mensagem de vídeo foi na véspera de sua viagem à África. Na segunda-feira 23 de novembro, as televisões do Quênia, Uganda e República Centro Africana transmitiram uma gravação em que Bergoglio chamava “à reconciliação e à paz”. Dois meses antes, a televisão cubana também transmitira um vídeo em que Francisco se dirigia aos cubanos diante de sua iminente visita: “Vou como um missionário da misericórdia, da ternura de Deus (...). Que todo o mundo saiba que Deus sempre perdoa”.

Em entrevista à Rádio Vaticano, o jesuíta Frederic Fornos se referiu à decisão de Francisco gravar as mensagens em espanhol e não em italiano, a língua oficial da Santa Sé: “É bonito ouvi-lo falar na sua língua. Naturalmente, será feita a tradução para outras línguas, pois, além disso, seria difícil que ele falasse em chinês ou em árabe, mas preferimos que ele fale em sua própria língua, a do seu coração, da oração, da sua intimidade com o Senhor”.

{youtube}kZSCLTblHo8{/youtube}

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa falará aos católicos uma vez por mês por meio de mensagens de vídeo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV