Diocese africana ordena sua primeira mulher sacerdote

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Para ser ouvida, a Igreja precisa mudar de método. Entrevista com Jean-Claude Hollerich, relator do próximo Sínodo

    LER MAIS
  • A Europa e a guerra da Ucrânia. Artigo de Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • “O virtual não pode ser tudo, porque se for tudo, a vida não faz sentido”. Entrevista com Cédric Durand

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


14 Julho 2021

 

A Diocese Anglicana de Cape Coast, em Gana, tem sua primeira mulher presbítera.

A reportagem é de Lucie Sarr, publicada por La Croix, 13-07-2021. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

Regina Baadu se tornou a primeira mulher a ser ordenada ao sacerdócio para a Diocese Anglicana de Cape Coast, Gana.


Mapa de Gana. Fonte: Wikicommons

A cerimônia ocorreu em 03 de julho na Igreja da Santa Virgem Maria.

Dom Victor Reginald Atta-Baffoe, de Cape Coast, encorajou Baadu e seus novos colegas ordenados sacerdotes para se doarem e se dedicarem ao serviço que atrairá mais pessoas a Cristo.

Ele também pediu a eles para serem obedientes a Deus “porque essa é a única forma de suceder e superar todos os obstáculos e desafios que devem aparecer” nos seus deveres como sacerdotes.

 

Colocando em prática

Ebenezer Love Annan, diácono da Catedral, urgiu os novos ordenados para acreditarem no Evangelho enquanto colocam em prática o que eles pregam “para aumentar seu nível de espiritualidade a fim de conquistar mais almas à fé cristã”.

“O que Deus espera de vocês é que liderem suas vidas para atrair mais pessoas para a fé cristã”, acrescentou, pedindo aos novos padres para fazerem suas luzes brilharem onde for que estiverem.

Vida Gyabeng, que foi ordenada no último ano, foi a primeira mulher diácona permanente da diocese de Cape Coast.

Na mesma cerimônia de 03 de julho, a diocese anglicana ordenou Josephine Mahama, como a segunda mulher diácona.

No mundo, a ordenação de mulheres na Comunhão Anglicana começou nos anos 1970.

Barbara Harris, uma anglicana estadunidense, foi a primeira mulher ordenada bispa da Comunhão Anglicana, em 1988.

Ellinah Wamukoya, que foi ordenada em 2012 como a primeira mulher na Igreja Anglicana da África, morreu em janeiro devido à complicações da covid-19.

A Igreja da Inglaterra ordenou sua primeira mulher bispo, Libby Lane, em 2015, o que provocou um debate acalorado.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Diocese africana ordena sua primeira mulher sacerdote - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV