Amazonas. “Unamos as nossas forças para ajudar tantas pessoas que estão morrendo”, pede Dom Edson Damian

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Mudanças climáticas: uma oportunidade para a teologia se libertar do passado. Artigo de Bruno Latour

    LER MAIS
  • O extermínio na hora do almoço. Artigo de Corrado Augias

    LER MAIS
  • É proibido esquecer Auschwitz e o maior roubo da história

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


18 Janeiro 2021

A situação que vive Manaus nos últimos dias, que aos poucos está repercutindo nos municípios do interior do Estado do Amazonas, tem provocado situações angustiantes em muitas pessoas. Conseguir recursos, especialmente oxigênio, tem se convertido num desafio que está sendo enfrentado por muita gente. O Regional Norte 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, está sendo uma das instituições que está coordenando esse trabalho de captação de recursos.

A reportagem é de Luis Miguel Modino.

A Campanha “Amazonas e Roraima contam com sua solidariedade” está ajudando a captar recursos no Brasil todo, que devem chegar nas próximas horas. Num vídeo lançado nas redes sociais, se dirigindo a todos os “irmãos e irmãs de todo o Brasil”, o presidente do Regional afirmava que “nesta hora trágica que vive o Estado do Amazonas e Roraima, devido à situação do coronavírus, é necessário que unamos as nossas forças e os nossos esforços, para ajudar tantas pessoas que estão morrendo por falta de oxigênio e outros recursos básicos”.

Dom Edson Damian, seguindo as palavras do Papa Francisco, afirmava que “nós estamos todos no mesmo barco, ou juntos sobrevivemos ou juntos vamos morrer”. Em sua breve reflexão, o bispo de São Gabriel da Cachoeira, destacava que “a pandemia, ela nos iguala a todos na fragilidade e na vulnerabilidade”. Isso levava o bispo a afirmar que “oxalá, ela nos iguale também na fraternidade, na solidariedade, na partilha de recursos para ajudar a salvar tantas vidas que estão morrendo em Manaus”.

Como tem afirmado repetidas vezes nas últimas semanas a CNBB, uma ideia também defendida pelo Regional Norte 1, seu presidente insistia na urgência das vacinas, e que elas “cheguem antes a esta população, que os recursos sejam partilhados conforme à necessidade imensa deste povo”.

Em suas palavras, Dom Edson Damian destacava a emoção que muita gente sentiu diante da chegada em Manaus de “16 profissionais da saúde que foram de diversas partes do Brasil para ajudar a socorrer esse povo”. Esse gesto deve ser seguido, em palavras do bispo de São Gabriel da Cachoeira, “por muitos e muitas irmãs do nosso Brasil”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Amazonas. “Unamos as nossas forças para ajudar tantas pessoas que estão morrendo”, pede Dom Edson Damian - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV