Outro mundo é possível

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

19 Janeiro 2018

A leitura que a Igreja propõe neste domingo é o Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 1,14-20 que corresponde ao Terceiro Domingo do Tempo Comum, ciclo B, do Ano Litúrgico. O teólogo espanhol José Antonio Pagola comenta o texto. 

Eis o texto

Não sabemos com certeza como reagiram os discípulos de Baptista quando Herodes Antipas o encarcerou na fortaleza de Maqueronte. Conhecemos a reação de Jesus. Não ficou no deserto. Tampouco se refugiou entre Seus familiares de Nazaré. Começou a percorrer as aldeias da Galileia predicando uma mensagem original e surpreendente.

O evangelista Marcos resume dizendo que “partiu para a Galileia proclamando a boa nova de Deus”. Jesus não repete a predicação do Baptista nem fala do seu batismo no Jordão. Anuncia Deus como algo novo e bom. Esta é sua mensagem.

“Cumpriu-se o prazo”.

O tempo de espera que se vive em Israel acabou. Terminou também o tempo do Baptista. Com Jesus começa uma era nova. Deus não quer deixar-nos sós ante nossos problemas, sofrimentos e desafios. Quer construir junto conosco um mundo mais humano.

“Está a chegar o reino de Deus”.

Com uma audácia desconhecida, Jesus surpreende a todos anunciando algo que nenhum profeta havia se atrevido a declarar: “Já está aqui Deus, com a força criadora da Sua justiça, tratando de reinar entre nós”. Jesus experiencia Deus como uma Presença boa e amistosa que abrira caminho entre nós para humanizar a nossa vida.

Por isso toda a vida de Jesus é uma chamada à esperança. Há uma alternativa. Não é verdade que a história tenha que seguir pelos caminhos da injustiça que lhe trazem os poderosos da terra. É possível um mundo mais justo e fraterno. Podemos modificar a trajetória da história.

“Convertei-vos”.

Já não é possível viver como se nada estivesse a acontecer. Deus pede a seus filhos colaboração. Por isso grita Jesus: “Mudai a forma de pensar e de atuar”. São as pessoas as que primeiro temos de mudar. Deus não impõe nada pela força, mas a atrai nossas consciências para uma vida mais humana.

“Acreditai nesta boa nova”.

Tomai a sério. Despertai da indiferença. Mobilizai as vossas energias. Acreditai que é possível humanizar o mundo. Acreditai na força libertadora do Evangelho. Acreditai que é possível a transformação. Introduz no mundo a confiança.

Que temos feito desta mensagem apaixonante de Jesus? Como o podemos esquecer? Com que o temos substituído? Em que estamos a nos entreter se o primeiro é “procurar o reino de Deus e a sua justiça”? Como podemos viver tranquilos observando que o projeto criador de Deus, de uma terra cheia de paz e de justiça, está sendo aniquilado pelos homens?

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Outro mundo é possível - Instituto Humanitas Unisinos - IHU