RS. Uma a cada quatro (24%) crianças gaúchas de zero a seis anos vive em situação de pobreza

Mais Lidos

  • No episódio dessa semana, as contradições de um Brasil dual, o Papa se manifesta sobre o caso Rupnik e a homossexualidade, o Dia de Memória do Holocausto e mais

    Informe IHU: 27/01/2023

    LER MAIS
  • Holocausto: as raízes não devem ser esquecidas

    LER MAIS
  • Papa Francisco: conservadores assustados com a possível escolha de um jovem bispo progressista para o ex-Santo Ofício

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

27 Setembro 2022


Conforme dados do ano passado, são 208,8 mil meninos e meninas na primeira infância que vivem com renda per capita de menos de 5,50 dólares por dia, o equivalente a R$ 1.868 ao mês para uma família de quatro pessoas, conforme valores da época.

 

A reportagem é de Marcel Hartmann, publicada por Zero Hora, 27-09-2022.

 

Para dimensionar o poder de compra de quem vive com tal renda, a cesta básica de Porto Alegre custava, na metade do ano passado, R$ 642, segundo dados do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos (Dieese) consultados por ZH.

 

O estudo, produzido pelo PUCRS Data Social: Laboratório de desigualdades, pobreza e mercado de trabalho, ainda mostra que 3,4% dos gaúchos de até seis anos (32,4 mil indivíduos) estão em situação de extrema pobreza. Tal condição ocorre quando a renda per capita é de menos de 1,90 dólar ao dia, ou R$ 644 por mês para uma família de quatro pessoas.

 

 A íntegra da reportagem pode ser lida aqui.

 

Leia mais

 

 

 

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

RS. Uma a cada quatro (24%) crianças gaúchas de zero a seis anos vive em situação de pobreza - Instituto Humanitas Unisinos - IHU