Fórum das Águas insere o saneamento na pauta eleitoral

Mais Lidos

  • Varsóvia e Gaza: 80 anos depois, dois guetos e o mesmo nazismo... e a mídia finge não ver o Terror de Estado de Netanyahu. Artigo de Luiz Cláudio Cunha

    LER MAIS
  • A 'facisfera' católica: jovens sacerdotes ultraconservadores que rezam no YouTube pela morte do Papa Francisco

    LER MAIS
  • A fé que ressurge do secularismo e do vírus. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

27 Setembro 2022

 

"O Fórum das Águas salienta que a política pode ser excelente instrumento de transformação da sociedade, à medida que ela é praticada com o intuito de promover o bem comum, a diminuição das desigualdades sociais, a proteção e respeito dos povos originários e a preservação do meio ambiente. Assim, é necessário que a boa política prevaleça, sendo meio de conquista popular e solução para grande parte dos nossos problemas coletivos", escreve Paulo Tadeu Barausse, padre jesuíta, coordenador do Serviço Amazônico de Ação, Reflexão e Educação Socioambiental – SARES, Manaus, AM.

 

Eis o artigo.

 

Nesse dia 22 de setembro, o Fórum das Águas, em parceria com o Serviço Amazônico de Ação, Reflexão e Educação Socioambiental (SARES), promoveu uma coletiva de imprensa com os candidatos e candidatas que concorrem ao pleito eleitoral para os poderes Executivo e Legislativo do Estado do Amazonas. Todos os partidos e coligações em disputa foram convidados, mas estiveram presentes somente representantes do PSOL, PT, Bancada Amazônia, Rede de Sustentabilidade e do PDT.

 

Independente do cargo político que pleiteiam, são esses que confirmaram a presença e participaram do evento: Anne Moura (PT), Almir Filho (PSOL), Bibiano (PDT), Carol Braz (PDT), Elton Aleme (PT), Florismar Ferreira (Bancada Amazônia), Jefferson Praia (Rede de Sustentabilidade), Luiz Castro (PDT), Marília Freire (PSOL), Marklize (Bancada Amazônia), Val Santos (PSOL), Welton Oda (PSOL). Portanto, 12 candidatos enriqueceram o debate e se dispuseram, diante de uma plateia atenta, trabalhar pela defesa Amazônia e dos seus povos.

 

Na ocasião, os candidatos (as) tiveram a oportunidade de expor as suas propostas para os diversos setores e serviços da sociedade amazonense, como o transporte, a moradia, o meio ambiente, a saúde e a educação. Além disso, eles destacaram os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário como essenciais para a qualidade de vida da população e assinaram uma Carta Compromisso se dispondo a lutar pela expansão do saneamento básico para todas as pessoas da cidade, do campo e das florestas.

 

 

Todos os candidatos fizeram fortes críticas à concessão privada dos serviços de água e esgoto, que há 22 anos foi implantada na cidade de Manaus, mas até os dias de hoje não cumpriu as metas estabelecidas em contrato. Grande parte da população manauara sofre com o abastecimento de água precário e a inexistência de qualquer tipo de coleta e tratamento de esgotos. A falta desses serviços provoca a poluição dos igarapés e rios da cidade, além de prejudicar a saúde da população, acarretando doenças e rebaixando a qualidade de vida.

 

O Fórum das Águas está em sintonia com a Encíclica do Papa Francisco, Laudato Si, na medida em que assume a defesa das águas como causa central para o cuidado da Casa Comum, o planeta. Nesse sentido, o coletivo tem desempenhado iniciativas para garantir a homologação do Encontro das Águas, a gestão sustentável das Bacias Hidrográficas, a proteção das nascentes, a despoluição dos igarapés e a universalização do saneamento básico.

 

Defendendo as águas, essa organização da sociedade civil busca reforçar a consciência de que os bens comuns como florestas, sistema de saúde, educação, transporte e a cidade devem ser valorizados e colocados à disposição de todos e todas, sem distinção de raça, religião, classe social ou gênero. Essa proposta vai de encontro à atual onda privatista que tende a transformar tudo em propriedade privada, relegando as populações mais pobres ao desprezo e à humilhação.

 

Com essa iniciativa, o Fórum das Águas salienta que a política pode ser excelente instrumento de transformação da sociedade, à medida que ela é praticada com o intuito de promover o bem comum, a diminuição das desigualdades sociais, a proteção e respeito dos povos originários e a preservação do meio ambiente. Assim, é necessário que a boa política prevaleça, sendo meio de conquista popular e solução para grande parte dos nossos problemas coletivos.

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Fórum das Águas insere o saneamento na pauta eleitoral - Instituto Humanitas Unisinos - IHU