Micro inflação afeta mais as famílias pobres, aponta Renato Meirelles

Mais Lidos

  • Como o Papa Francisco está tentando “feminilizar” a Igreja

    LER MAIS
  • “Os maus-tratos aos animais é uma expressão do mal e da nossa incapacidade de aceitar os outros”. Entrevista com Corine Pelluchon

    LER MAIS
  • Israel-Palestina. Um soldado se sacrifica e um primeiro-ministro renuncia: o genocídio em Gaza provoca ações desesperadas

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

16 Setembro 2021


A inflação compilada das famílias mais pobres cresceu, segundo cálculos do Ipea divulgados ontem, pouco mais de 10% no acumulado de 12 meses – contas feitas até agosto. A inflação das famílias de renda alta, no mesmo período, chegou em … 8,04%.  

A informação é de Sonia Racy, jornalista, publicada por Estado de S. Paulo, 15-09-2021.

Indagado a respeito, Renato Meirelles, do Instituto Locomotiva, observa: economistas entendem muito de matemática, números e pouco sobre o comportamento humano. “Para a Dona Maria de classe baixa ou para Dona Maria de classe alta, o preço do arroz e do feijão subiu a mesma coisa no supermercado. E esses preços, certamente, aumentaram muito mais que 10%”.

É, segundo o especialista em pesquisas, a micro inflação atacando.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Micro inflação afeta mais as famílias pobres, aponta Renato Meirelles - Instituto Humanitas Unisinos - IHU