“As neuroses precisam ser cevadas como o chimarrão”, constata o papa

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Ucrânia, Terceira Guerra Mundial e o guia do Papa Francisco para a Igreja. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS
  • Depois da cristandade. O catolicismo em um futuro mais secular

    LER MAIS
  • Das cinzas da hiperglobalização pode surgir uma globalização melhor. Artigo de Dani Rodrik

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Março 2021

"A Saúde dos Papas", título do livro de Nelson Castro, médico e jornalista argentino, publica uma entrevista com Francisco tema como o tema a saúde do Papa.

Segundo fragmentos da obra publicados por várias publicações argentinas, entre elas La Nación e a cadeia TN, num momento da conversação, Nelson Castro pergunta ao Papa:

- O senhor me falou várias vezes de suas neuroses. Quão consciente o senhor é delas?

- As neuroses devem ser cevadas como o mate. Não somente isso; É preciso acariciá-las. São companheiras da pessoa durante toda a vida.

A informação é publicada por Religión Digital, 28-02-2021. A tradução é de Instituto Humanitas Unisinos - IHU.

A Saúde dos Papas

Nelson Castro também quis saber se Francisco dorme bem:

- O senhor necessita ou alguma vez necessitou de medicação para dormir?

- Ainda bem que nunca. Me deito todas as noites às nove. Leio uma hora até as dez. Nesta hora apago a luz e rapidamente adormeço. Durmo corrido até as quatro da manhã. Uso o despertador mas sempre me acordo três minutos antes de soar. Vê-se que o meu relógio biológico funciona muito bem.

Ultimamente se tornou famosa o ciático do Papa que lhe impediu a presença em várias cerimônias. Nelson Castro pergunta:

- Que problema tem na coluna?

-Tenho um estreitamento do espaço entre as vértebras, ou seja, entre a quarta e a quinta vértebra lombar e entre esta e o sacro. Conto-lhe uma anedota: durante o exame físico que me fizeram ao assumir o papado, realizaram radiografias de toda a coluna vertebral, que o médico do Vaticano levou a um especialista de muito prestígio. Ao vê-las, disse: "Isto é muito sério. O paciente necessita de um tratamento intensivo a base de cinesiologia, reabilitação postural e ginástica. Estamos falando de uma pessoa que se encontra em cadeira de rodas.

E sobre a sua pátria argentina.

- Estranha-lhe a Argentina?

- Não, não a estranho. Vivi ali 76 anos. O que me aflige são seus problemas.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“As neuroses precisam ser cevadas como o chimarrão”, constata o papa - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV