Os Homens e Mulheres que Salvam o Mundo, por Norbert Suchanek

Mais Lidos

  • Genocídio Yanomami em debate no IHU. Quanta vontade política existe para pôr fim à agonia do povo Yanomami? Artigo de Gabriel Vilardi

    LER MAIS
  • A campanha da Fraternidade 2024. Fraternidade e Amizade Social. Artigo de Flávio Lazzarin

    LER MAIS
  • A primeira pergunta de Deus ao homem foi “Onde você está?”. O Artigo é de Enzo Bianchi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

16 Setembro 2015

"Sem eles e elas as mega-cidades como Rio de Janeiro ou São Paulo podem sofrer um colapso. Estes cidadãos transportam toneladas de mercadorias, fretes e lixo seletivo todos os dias, sem gastar qualquer energia fóssil e sem liberar substâncias tóxicas ou cancerígenas no ar", escreve Norbert Suchanek, jornalista, em artigo publicado por EcoDebate, 15-09-2015.

Eis o artigo.

Estes homens e mulheres salvam o mundo a cada dia: Os carroceiros, catadores e papeleiros, também conhecidos como “burros sem rabos”.

Sem eles e elas as mega-cidades como Rio de Janeiro ou São Paulo podem sofrer um colapso. Estes cidadãos transportam toneladas de mercadorias, fretes e lixo seletivo todos os dias, sem gastar qualquer energia fóssil e sem liberar substâncias tóxicas ou cancerígenas no ar, como os caminhões, carros ou motos fazem. Além disso estes homens e mulheres contribuem enormemente para limpar a cidade, recolhendo as resíduos recicláveis, especialmente latinhas e papel. Para completar, muitos deles vivem nas ruas, dormem embaixo de uma marquise, de uma árvore ou de um elevado.

Por enquanto não tem dados exatos sobre o número de moradores de rua e de carroceiros ou catadores no Rio de Janeiro. Mas, segundo o censo feito em 2013 pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), cerca de 5.600 pessoas viviam nas ruas da Cidade do Rio, destas 374 eram crianças. Um outro estudo no ano de 2007, entrevistou 1932 moradores de rua e revelou que 78 porcento dos mendigos são homens.

Agora em abril de 2015, a SMDS anunciou, que até março de 2016, a cidade maravilhosa não terá mais nenhum morador de rua e estará preparada para os Jogos Olímpicos. O secretário e vice-prefeito Adilson Pires informou que quatro abrigos serão construídos na Mangueira, Vila Isabel, Ilha do Governador e Bonsucesso, com a geração de 700 novas vagas. Além dessas medidas, haverá o remodelamento da rede de acolhimento que hoje conta com 1.600 vagas próprias e 600 conveniadas.

Até agora também não tem um número exato de quantos carroceiros ou catadores de latinhas trabalham e vivem na Cidade Maravilhosa. Mas, em 2014, foi criado no Rio de Janeiro o website "Burro sem rabo" para apoiar o trabalho dos carroceiros. Neste projeto foram cadastrados 150 “burros sem rabos” por enquanto.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Os Homens e Mulheres que Salvam o Mundo, por Norbert Suchanek - Instituto Humanitas Unisinos - IHU