Polônia. Vaticano condena arcebispo de Wrocław a uma vida de oração e penitência

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • A arte da leitura. Artigo de Enzo Bianchi

    LER MAIS
  • Maria Madalena era realmente de Magdala? Duas pesquisadoras investigam isso

    LER MAIS
  • Os verbos transitivos. Artigo de Gianfranco Ravasi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


24 Agosto 2021

 

Um arcebispo emérito da Polônia foi condenado a uma vida de oração e penitência, a qual inclui uma proibição de participar de qualquer celebração pública – tanto secular, quanto religiosa, como noticia o Vatican News e a imprensa internacional.

As sanções são contra dom Marian Gołębiewski, 83 anos, o arcebispo emérito de Wrocław e ex-bispo de Koszalin-Kolobrzeg, e vieram depois de uma investigação do Vaticano sobre suposta negligência na condução das acusações de abusos sexuais contra menores cometidos por padres sob a sua autoridade. O anúncio oficial foi publicado no site da arquidiocese em 21 de agosto.

A reportagem é de Carol Glatz, publicada por Catholic News Service e National Catholic Reporter, 23-08-2021. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

O escritório polonês do Vatican News informou que a investigação foi conduzida em vista das relatadas “omissões” do arcebispo e que seguiu as provisões do Código de Direito Canônica e o motu proprio do Papa Francisco, “Vos Estis Lux Mundi” (“Vocês são a luz do mundo”), o qual faz dos bispos responsáveis por interferir, encobrir ou falhar em resolver acusações de abusos em suas dioceses.

A investigação cobriu o período em que Golebiewski liderou a Diocese de Koszalin-Kolobrzeg, de 1996 a 2004, e a Arquidiocese de Wrocław, de 2004 a 2013, noticiou a imprensa.

Completando sua investigação, o Vaticano ordenou o arcebispo emérito a uma vida “em espírito de penitência e oração”, a não participar mais de cerimônias em público e, como adicional a penitência, pagar uma “quantia apropriada” de dinheiro dos seus próprios fundos para a fundação St. Jozef para a prevenção e acompanhamento de vítimas de abusos sexuais.

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Polônia. Vaticano condena arcebispo de Wrocław a uma vida de oração e penitência - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV