Expulsos de Angola para a República Democrática do Congo. Oitenta mil crianças em perigo

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • A fantasia de Deus. Leonardo Boff e o Espírito Santo

    LER MAIS
  • As feridas cada vez mais abertas. As acusações da Unicef e da Oxfam

    LER MAIS
  • A crise energética, a escolha europeia, e a “reviravolta russa”. Artigo de José Luís Fiori

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Novembro 2018

Cerca de 80.000 crianças foram expulsas de Angola para a República Democrática do Congo, juntamente com 300.000 adultos, e precisam de ajuda. O alarme foi lançado pelo Unicef.

A informação é publicada por L'Osservatore Romano, 02/03-11-2018. A tradução é de Luisa Rabolini.

As crianças caminharam por quilômetros e quilômetros expostos à intempérie, à fome e ao risco de sofrer violência. Elas têm acesso limitado à água potável e aos serviços de saúde. As repatriações dizem respeito em especial à província de Kasai e Kwango. O UNICEF teme o ressurgimento de epidemias, além do fato que o preço dos produtos de primeira necessidade subiu de forma descontrolada fazendo com que se preveja um aumento de casos de desnutrição infantil.

 

 

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Expulsos de Angola para a República Democrática do Congo. Oitenta mil crianças em perigo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV