Chile. “É errôneo concluir que tenha perdido toda autoridade ou credibilidade”, dispara cardeal Medina

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Diante do nacionalismo da Grande Rússia, vamos reinventar o internacionalismo. Artigo de Pierre Dardot e Christian Laval

    LER MAIS
  • “Receber dinheiro para evangelizar de quem gera morte é contraditório”. Entrevista com Dom José Ionilton Lisboa de Oliveira

    LER MAIS
  • “Fratelli Tutti” coisa nenhuma. “Memorando” exorta que antes do conclave os cardeais releiam “Dominus Iesus”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


14 Junho 2018

Nesta segunda-feira, o cardeal emérito de Valparaíso, Jorge Medina, em uma coluna publicada por El Mercurio, fez referência à atual crise da Igreja Católica no Chile, por conta dos casos de abusos sexuais cometidos pelo clero no interior da instituição.

A reportagem é publicada por El Mostrador, 12-06-2018. A tradução é do Cepat.

Para Medina, “não estaria de acordo com o amor à verdade negar a existência de fatos graves e devidamente comprovados, que tiveram como autores pessoas que desempenhavam ministérios eclesiásticos, mas seria dar mostras de uma fé muito pouco madura retirar daí a errônea conclusão de que a Igreja tenha perdido toda autoridade ou credibilidade”, manifestou.

“Ampliar indiscriminadamente as deficiências e condutas certamente reprováveis e retirar conclusões generalizadas de fatos, infelizmente verdadeiros e graves, embora pontuais, ainda que tenham sido reiterados, seria dar mostras de um lamentável sinal de pouco amor à verdade e inclusive de superficialidade”, acrescenta Medina.

Estas palavras tentando salvar a instituição – que nos últimos anos se tornou a mais criticada e com menos credibilidade – não foram bem recebidas por um dos denunciantes de Fernando Karadima.

Em uma conta no Twitter, José Andrés Murillo disse que esta coluna é uma “perfeita demonstração do malabarismo erudito do cardeal Medina para justificar, de maneira superficial e pouco inteligente, um sistema abusivo na Igreja”, afirmou.

E acrescentou que “um homem inteligente sem a bússola da ética humana não vai à parte alguma, só ao fanatismo cego”, criticou.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chile. “É errôneo concluir que tenha perdido toda autoridade ou credibilidade”, dispara cardeal Medina - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV