Papa toma café da manhã com oito pessoas "sem teto"

Mais Lidos

  • O Novo Ensino Médio e as novas desigualdades. Artigo de Roberto Rafael Dias da Silva

    LER MAIS
  • Elon Musk e o “fardo do nerd branco”

    LER MAIS
  • “Um Netanyahu em plena fuga para a frente vai responder ao Irã, e apenas os EUA podem evitar o pior”

    LER MAIS

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

19 Dezembro 2016

Eles foram os convidados de última hora para o seu 80º aniversário. Algumas pessoas pobres que dormiam nas ruas dos arredores de São Pedro tomaram o café da manhã em Santa Marta

A reportagem é de Andrea Tornielli, publicada por Vatican Insider,  17-12-2016. A tradução é de Henrique Denis Lucas.

Um café da manhã especial para comemorar seus 80 anos. Foi o que teve hoje pela manhã o Papa Francisco, que recebeu e acolheu em sua mesa 8 pessoas desabrigadas. O bispo caridoso, Konrad Krajevski, reuniu-os quando ainda não havia amanhecido.

"Esta manhã, o bispo altruísta - dizia um comunicado - acompanhou oito 'sem-teto', duas mulheres e seis homens, até a Domus Sanctae Marthae para que felicitassem o Santo Padre no dia de seu 80º aniversário. Com grande surpresa, eles foram convidados ao amanhecer, quando estavam nos arredores de São Pedro e nos chuveiros da colunata. Eles eram de diferentes nacionalidades: quatro italianos, um moldavo, dois romenos e um peruano".

As nacionalidades, explicou Krajevski, demonstra que está aumentando o número de "sem-teto" italianos, devido a crise. O bispo reuniu as primeiras pessoas que estavam despertando e levou-as em uma camionete para a residência do pontífice.

Às 7:15 da manhã, o Papa Francisco, ao sair do elevador, encontrou-se com eles e "os cumprimentou afetuosamente um a um." Os "sem-teto" presentearam o papa com três ramos de girassóis e Bergoglio ordenou imediatamente que eles fossem colocados na Capela da Casa de Santa Marta.


Desjejum do papa com os pobres, em seu aniversário (Foto: L'Osservatore Romano)

Após as felicitações, Francisco convidou-os pessoalmente para a cantina, onde geralmente o almoço é servido, e ofereceu-lhes o café da manhã. Sentou-se ao lado e conversou com cada um deles. Às 7:45, despediu-se, mas antes, ofereceu a seus convidados alguns doces argentinos. Então, deixou-os que seguissem desjejuando, para dirigir-se à Capela Paulina, onde celebrou a missa com os cardeais.

Nesse dia, em muitas cantinas da cidade de Roma, o papa ofereceu ao final do almoço ou da janta, um bolo de aniversário. Além disso, presenteou a cada um dos hóspedes de diferentes dormitórios uma pequena bolsa contendo uma imagem natalina e uma pequena lembrança.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa toma café da manhã com oito pessoas "sem teto" - Instituto Humanitas Unisinos - IHU