O cardeal Barbarin reconhece “erros” na luta contra a pedofilia

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


27 Abril 2016

O arcebispo de Lyon, o cardeal Philippe Barbarin, reconheceu hoje que sua diocese, o centro da polêmica por casos de abuso sexual, cometeu “erros” na questão da luta contra a pedofilia e na nomeação de alguns sacerdotes.

A reportagem foi publicada por Religión Digital, 26-04-2016. A tradução é de Evlyn Louise Zilch.

O “mea culpa” foi pronunciado em um encontro que reuniu 220 sacerdotes para apresentar as medidas empreendidas a respeito e as que se contemplam no futuro.

Na diocese lyonesa um padre foi acusado por ter abusado durante quase 25 anos de menores “olheiros” e os investigadores estão tentando determinar se o cardeal tomou conhecimento destes fatos, algo que ele nega.

Na reunião de hoje, segundo um comunicado da diocese, Barbarin “afirmou a importância de que as vítimas de abusos sexuais cometidos por clérigos vejam reconhecidos seus direitos à verdade e à Justiça”.

A diocese anunciou o lançamento de uma célula de escuta e anunciou também que irão estabelecer “novos critérios para as futuras nominações” de sacerdotes, que entrarão em vigor a partir de setembro.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O cardeal Barbarin reconhece “erros” na luta contra a pedofilia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV