Papa pede que juízes atuem ‘isentos de favoritismos’

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Julho 2019

Em mensagem publicada nas redes sociais nesta quinta-feira (4), o Papa Francisco dedicou-se a falar sobre a necessidade do Poder Judiciário atuar sem beneficiar qualquer um dos lados de uma causa.

No vídeo, de 1 minuto de duração, Francisco ressalta a importância da Justiça na preservação de direitos e bens das pessoas e defendeu que os juízes devem atuar isentos de favoritismos e de pressões “que possam contaminar as decisões que devem tomar”. “Os juízes devem seguir o exemplo de Jesus, que não negocia nunca a verdade”, diz mensagem.

A mensagem termina com um pedido de oração para que a “injustiça não tenha a última palavra”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa pede que juízes atuem ‘isentos de favoritismos’ - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV